sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

Ah, o Natal...!

Eu sei que muitos se entusiasmam com o Ano Novo. Festas, bebida, comida, maior alegria! Mas apesar de adorar mudar de ano, ainda sim adoro muito mais o Natal.

Gente, essa época me invade até a alma. Sinto um cheirinho no ar característico desses tempos, me dá uma alegria cada vez que alguém fala a palavra Natal.

Mas por que essa felicidade toda? Não sei. Que eu me lembre nunca tive um Natal inesquecível que me faz ter boas recordações até hoje, é claro que tenho muitas, mas nada tão especial pra tanto. Simplesmente sou ligada a esse feriado como não sou a nenhum outro, apesar de gostar muito do Halloween também. Sabe os filmes de natal que passam sempre - "Esqueceram de mim", "Milagre na rua não sei das quantas" - vejo todos! Fico sonhando com a ceia de Natal perfeita, a família reunida, muito barulho, muito choro. Ah sim, tem choro demais, eu me emociono por qualquer coisa no Natal, mais do que no resto do ano.

Tem muita gente que não entende o que eu estou falando, se você é uma dessas pessoas eu não tenho um porquê especial para você começar a gostar do Natal, mas pelo menos preste mais atenção porque o espírito de Natal contagia essa Terra, mas só pra quem acredita, como no filme "O Expresso Polar".

Feliz Natal pro mundo inteiro de verdade!

Olha as lembranças aí, gente!

Acabei de dar uma olhada no meu blog antigo. Me dei conta de que o tempo passa e passa rápido. Há coisas lá que ainda estão tão recentes em minha mente, mas me dei conta de que já aconteceram a um, dois anos atrás e pra mim parece que foi há um ou dois meses. O que me faz pensar que às vezes eu vivo de passado, lembrando de coisas que já se foram há muito tempo.

Em tempos de final de ano, nem me surpreendo de ter ido procurar por esse blog para relembrar, essa é uma época feita especialmente para isso. Não há mal nenhum nisso, aquele sentimento de nostalgia invadindo o peito por alguns minutos e logo depois você retoma a rotina como se aquilo tudo fosse a vida de outra pessoa em outro mundo. De qualquer forma você sempre acaba percebendo que mudou em alguma coisa, às vezes (como no meu caso) ficou mais suscinto na hora de discutir assuntos e também descobre que não mudou em alguma coisa que pensava que havia mudado.

Me ocorreu agora que não sei de onde vem isso de que final de ano é tempo de pensar na vida. Pra quê? Pra fazer diferente no ano que virá? Mas é só um dia que passou, nada mais que isso, depois da ressaca a vida continua como antes. A não ser que você não queira.

Então deixo um conselho a quem quer mudar de vida no ano que vem: comece nesse ano.

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

É hora de dar tchau.

Não posso dizer que os últimos três anos da minha vida foram fácéis, mas com certeza guardarei lembranças. Marcas, provas de que dá pra amadurecer uma vida em 3 míseros anos. Nesse tempo vi de tudo, de tudo mesmo naquele colégio gay, irritante, cheio de gente doida, gente legal, gente diferente, gente.

Odiei, amei, evitei, rodeei aquele lugar, me tornando cada dia mais parte dele e cada dia mais excluída, cada dia contando os segundos pra sair de lá, enquanto por um motivo ou outro, queria estar lá. E lá, no Adolpho Bloch, aprendi a ver que ninguém é mal por completo, nem bom por completo. Num dia estranhava alguém no corredor e no outro via aquela pessoa com outros olhos.

E o que dizer de meus colegas, meus amigos, companheiros de ciladas (provas), trabalhos, desenrolos, zoadas, escapadas, matações de aula. Todos nós conhecemos um ao outro tão mal e ao mesmo tempo tão bem. Todos já nos vimos num dia de cabelo ruim, nas horas de tristeza, choro, alegria, brigas, nas horas em que precisamos, lá encontramos alguém que nos ajudou, mesmo que só por coleguismo, mesmo que só pela curiosidade de saber o que estava acontecendo.

Uns abandonaram o barco cedo demais, outros foram e voltaram, outros pularam fora quase no final, mas todos são lembrados, pode ter certeza. E como!

No meu orkut não tem milhares de fotos de vocês, companheiros, mas deixo aqui meu agradecimento por cada coisa que me ensinaram mesmo sem saber. Tirei lições das coisas boas, mas não esqueci das coisas ruins, por que esquecer? Foi com elas que aprendi mais, e de uma forma ou de outra, uns mais, outros menos, todos me ensinaram coisas que vou guardar no meu coração. Obrigada, gente, de verdade, vou sentir saudade mesmo.

Espero que nos encontremos pela vida, sempre tendo coisas boas pra contar, acho que falo por todos quando digo que vou me alegrar em saber que vocês estão felizes.

Adeus Adolpho, olá universidade indefinida!

domingo, 2 de novembro de 2008

McDonald's é cultura.

Aposto que muitas pessoas que estão lendo aqui vão ao McDonald's e enquanto estão comendo ficam lendo aqueles papeizinhos que ficam nas bandejas.Pois é, vocês sabiam que quem faz esses papéis há mais de 10 anos é o Hiro Kawahara? Gente, ele é brasileiro, tá. E também tem um site com todos os desenhos que ele já fez pro Mc. Super legal, colorido, fofíssimo e divertido.



Além das ilustrações dele, tem muitas outras coisas como entrevistas, blog e outros desenhos dele e de parceiros de criação.

Confiram, vai ser legal. Beijo!

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Espelhos do Medo

Espelhos do Medo, esse é o mais novo filme que estou curiosa para ver.

Veja bem: espíritos que "moram" nos espelhos? Tô dentro. Parece até aquela lenda da Blood Mary. Se vai ser bom ou não eu não sei, afinal, se o Kiefer Sutherland saiu da ação só pra fazer esse terror, sabe-se lá o que vai sair daí. Sem contar que é uma refilmagem, sabe como é né...

Ficha Técnica:


Direção: Alexandre Aja
Produção: Fox FilmGênero: Terror

Trailer:


quinta-feira, 2 de outubro de 2008

O Orfanato

Gente dia desses (tá, já faz um tempinho, mas eu não pude postar antes) vi um filme chamado O Orfanato, em DVD. Estava há pouco tempo nos cinemas e o trailer me chamou a atenção porque é um suspense não-americano. O filme é mexicano e gente, é ótimo.

É sério, eu adoro suspense e esse, por não ser americano me deixou muito curiosa. Queria saber se ia ter a mesma qualidade de filmagem, se ia ser o mesmo roteiro de sempre e tal...
Fiquei super impressionada com o filme, eu garanto que não é nada do que vocês pensam. Adorei.


A história é a seguinte: Uma mulher compra a casa onde morou quando criança, que por acaso era um orfanato. Ela quer transformar a casa em um lar para crianças especiais. Mas durante uma festa na casa, seu filho some e daí começa o suspense: onde está Simon?
Aposto que ninguém aí vai adivinhar...


Título Original: El Orfanato
Gênero: Suspense
Ano: 2007
Direção: Juan Antonio Bayona
Estúdio: Warner Bros. España

Assistam pra gente comentar o final, porque eu tô louca pra fazer isso.

terça-feira, 2 de setembro de 2008

Coca-Cola

Então quer dizer que a Coca-Cola não tem conservantes nem sabor artificial?

É o que diz essa matéria do New York Times (em inglês).

Segundo ela, todos os ingredientes contidos na Coca estão no rótulo, isso acabaria com o mito da fórmula secreta da Coca-Cola, mas quem acredita nisso?

Marketing ou pura verdade escondida por anos e anos de marketing? De qualquer forma é marketing, né.

sábado, 23 de agosto de 2008

Adeus

Infelizmente o gatinho morreu.

Gente fiz de tudo, passei noites mal dormidas, dias em casa sem poder sair, perdi até prova na escola, mas um minuto de descuido e um garotinho machucou o gato. Ele ainda foi muito forte, aguentou um dia e uma noite com traumatismo e hemorragia, mas sofreu muito e acabou morrendo.

Tô muito triste, mas aprendi muito com aquela criaturinha do tamanho de um hamster. Ele era esperto e muito ativo, adorava deitar no pé de todo mundo. Tenho certeza que fiz tudo que pude por ele. E ele me fez feliz por exatamente 7 dias.

E por falta de tempo seu nome ficou Gato, mas acho que ele já estava acostumado a ser chamado assim.

Tchau Gato.

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Adotando um gato

Gente, encontrei um lindo gatinho na rua e trouxe para casa. Me pergunte por quê. Porque ele é lindo e poderia morrer se ficasse na rua. Andei lendo sobre isso e realmente o número de gatos e cães abandonados é enorme, então resolvi fazer minha parte. Infelizmente não vou poder ficar com ele porque minha mãe tem uma aversão irracional pelo bichano e não só ele, qualquer espécime do animal, então assim que ele estiver forte e mais lindo ainda vou doar para alguém bonzinho que queira ficar com ele pelo resto da vida.

Você deve estar pensando que estou louca por cuidar de um bicho que nem poderei ver crescer depois, mas com certeza não sou a única que anda fazendo essa maluquice. Muitas pessoas, pelo que descobri abrigam gatinhos e depois dão para adoção simplesmente porque os abrigos não tem capacidade para cuidar de todos os gatos que chegam por lá. Na verdade é bem legal saber que você está cuidando do "filhinho" que alguém vai adotar, mas nesse caso eu preferia ficar com a criaturinha, tenho uma queda mortal por gatos!

Então, um aviso, um apelo, uma ordem: se encontrar um gato abandonado na rua, leve pra casa e cuide dele pelo menos até encontrar alguém que fique com ele. Acredite, isso faz diferença.

Mas se você está pensando "poxa, eu não sei cuidar de um gatinho", não se preocupe, existem vários sites que dão dicas muito boas aprovadas por veterinários para você cuidar do pequeno (santa internet!). Então não tem desculpa, viu. Vou citar dois: Gatos do Rio e Beco dos Gatos

Porém eu estou assustadíssima com essa situação, viu. Me apego fácil e nem sempre tudo dá certo, portanto estou tomando muito cuidado para que esse gatinho se recupere e viva muito.

Só pra constar informações, inclusive pra mim: peso - 180g; idade - cerca de 15 dias.

Viu como ele é pequetitinho!

Acompanhem a saga...

terça-feira, 29 de julho de 2008

É hora de estudar,

Falta um mês para o Enem - Exame Nacional do Ensino Médio.

Dizem que é uma prova relativamente fácil, mas para não ser pego de surpresa é melhor dar uma estudada. E nada melhor do que fazer provas anteriores pra saber como vai ser a desse ano.

No site do Inep você encontra todas as provas anteriores do Enem e seus respectivos gabaritos. Vale a pena saber.

Dica dada.

Fui.

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Let Me In



Terceiro e último vídeo de Simon's Cat, que eu saiba...

Pra quem não conseguir ver aqui: http://youtube.com/watch?v=4rb8aOzy9t4&feature=user

Cat Man Do



O segundo vídeo de Simon's Cat.
Pra quem não conseguir ver aqui: http://youtube.com/watch?v=w0ffwDYo00Q&feature=user

Simon's Cat

Achei esse vídeo num blog muito legal chamado Desculpe a poeira e estou repassando.

É fofo e engraçado.

O Gato de Simon - TV Dinner

Caso não consiga assistir aqui: http://youtube.com/watch?v=s13dLaTIHSg

Aliás esse blog já vai ficar ali do lado porque gostei bastante dele.

domingo, 20 de julho de 2008

Dia do Amigo

Hoje é um dia super especial, óbvio. É o Dia do Amigo.

Venho mantendo um alarme que me lembra deste dia todo dia há 5 dias para que eu não esqueça de postar aqui. Por quê? Simplesmente porque acho que esse dia é especial. É claro que dia de amigo é como Dia das Mães e outros dias: "é todo dia", mas é muito legal ter um dia para homenagear essas pessoas legais que te fazem rir. Pra mim a principal função do amigo é fazer rir. Se acontece alguma coisa ruim, procure um amigo que ele vai te contar uma coisa idiota que aconteceu com ele e vai te fazer dar umas boas gargalhadas.

Mas amigo também é a primeira coisa que a gente deixa de lado quando tem muitas coisas na cabeça. Sabe por quê? Simplesmente porque amigo é muito compreensivo, perdoa 100.000 vezes, é quase como mãe. Está sempre pronto pra criticar e depois dizer "tudo bem, eu te absolvo de sua culpa." Só que tem amigo que a gente se afasta e não consegue reencontrar, ou reencontra e a amizade não é igual. Amigo também é coisa meio sazonal, mas nem todos, né. Tem amigo que é pra vida toda também.

Tem amigo que decepciona. Esses a gente chama de traidor, mas com certeza esse amigo te causou boas sensações, teve uma hora em que ele foi útil, portanto as coisas sempre tem dois lados e a gente sempre escolhe ver um só. Então chega um dia nostálgico em que você relembra todas as coisas boas que viveram apesar do que possa ter acontecido e percebe que foi bom enquanto durou. Toda amizade deixa uma marquinha no fundo do coração, ou foi feita com uma facada ou vocês resolveram marcar pra se lembrarem para sempre um do outro, mas a cicatriz fica lá como quando você cai de bicicleta e anos depois ainda se lembra do dia como se fosse hoje graças a marca que ficou.

Aos meus amigos, os da facada e os da marca de lembrança eu desejo que sejam e estejam felizes hoje e sempre, perto ou longe de mim. Podem ter certeza de que tenho muitas marquinhas no meu coração para lembrar de todos vocês. Eu não esqueço grandes pessoas como vocês.

P.S. Infelizmente não posso nem desejar feliz Dia do Amigo para os meus amigos pelo orkut porque o idiota resolveu que eu não posso mandar recado pra ninguém, portanto se você acha que eu esqueci, não, eu não esqueci. Fica esse post pra provar.

Bye.

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Carpe Diem

Super férias chegando!!!!

As minhas eu não sei, mas espero que as de vocês sejam ótimas porque alguém tem que ter histórias pra contar na primeira semana de aula.

Aproveitem bem o tempo, não durmam o dia inteiro. Vejam os amigos que sumiram ou apareça pros amigos, malhe, faça dieta, viaje, veja todos os filmes que puder, saia a noite e acorde de ressaca.

Seja feliz pelo menos durante 15 dias. rs

Boas férias de meio de ano para todos!

Fui.

domingo, 6 de julho de 2008

O futuro é logo ali

Se você tem entre 16 e 20 e tantos anos e está no último ano do Ensino Médio então provavelmente está preocupado com vestibulares, isenções, faculdades, carreiras e todas essas coisas que fazem a minha cabeça doer só de falar aqui.
Eu sei que a pressão é grande e portanto provavelmente você nem queira terminar de ler só pra não ter que ouvir falar nisso mais uma vez em pleno domingo. Mas eu não vim aqui pra dizer que você tem que estudar mais, deixar de sair e terminar seu namoro pra estar na faculdade ano que vem. Não mesmo. Até porque eu não concordo com nada disso. De certa forma.

Vou explicar.

Se você sabe o que quer fazer, sabe mesmo, não tem nenhuma dúvida, então corra atrás mesmo. Meus parabéns! Você é da minoria que chega a essa altura do campeonato com essa certeza. Portanto tem que se aproveitar dessa vantagem. Tenho certeza que saber o que vai estudar na faculdade é um incentivo e tanto pra estudar.
Agora se você está na maioria - inclui a mim - que não sabe, não faz ideia ou tem só um mínimo de desconfiança do que fará pelos próximos 4, 5 anos, então não se desespere. Eu sei que você quer morar sozinho(a), ganhar muito dinheiro, viajar pelo mundo, virar famoso ou coisas assim. Mas a pressa é inimiga da perfeição.
Veja por esse lado: tem muita gente que estuda muito, é ótimo no que escolhe, mas não trabalha com o que se formou pra trabalhar (por opção ou não).
Também tem gente que escolhe, escolhe, escolhe e não gosta de nada no fim das contas. Você não vai querer ser uma dessas pessoas.
Escolha com calma, deixa a vida seguir, vai tentando, vai indo devagar, mas sem parar, é claro.
Mas quem sou eu para falar isso se nem vivi essas coisas antes para falar? Bem, sou alguém que acredita nisso e tá levando as coisas nesse ritmo com a esperança de que dê certo.

hehe

É. A vida é um negócio complicado que a gente não pode entender. Como não dá pra adivinhar, o que a gente pode fazer é a nossa parte e depois, a espera pra que tudo saia do jeito que a gente queria.
Mas é pra se esforçar mesmo, hein. Já vi gente ficar rica sem ter nem chegado onde a gente chegou. Alguns podem dizer que é sorte. Eu não vou desmentir, mas além de sorte é persistência.
Então essa é a palavra.

Persistência.

Fui!

segunda-feira, 23 de junho de 2008

Primavera/Verão

Gente, prometi e estou cumprindo, até porque isso me interessa e muito.

São Paulo Fashion Week.

O desfile da Colcci foi legal. Olha só essas roupas. Fala sério, não é à toa que as pessoas pagam tanto dinheiro pra vestir a marca.

Lá estava Gisele Bündchen arrasando também, claro. Ela estava linda e magra (inveja.¬¬) e abriu e encerrou o desfile da Colcci.


Curiosidade: A Triton usou maquiagem e cabelo inspirados na Amy Winehouse. Não é de se estranhar já que fica lindo o resultado. Apesar de aquele cabelo estilo "Elvira, a Rainha do Inferno" ser demais pra mim. Hum... apesar de fazer tudo errado ela virou ícone de moda, vê se pode.

Curiosidade 2: Mais uma vez a tendência é laranja na maquiagem... Falta de imaginação.

Obrigada ao blog da Capricho pelas informações!

sexta-feira, 20 de junho de 2008

Ligeiramente Grávidos

Hoje é sexta e quero dar uma dica pra quem não vai sair nesse fim de semana ou pelo menos vai ter umas horinhas de descanso.


Ligeiramente Grávidos é comédia, romance, conflito, menos conflito do que o resto. Divertido, mas faz pensar. Pelo menos me fez pensar porque acho que não existe um filme que não me faça pensar. Enfim, falemos sobre o filme.



Alison é uma menina certinha que acabou de ser promovida e resolve comemorar numa boate, lá encontra Ben, um cara que não quer nada além de fumar maconha e colocar seu site "pornográfico" no ar. Eles passam uma noite juntos e ela descobre estar grávida dele. Então se forma um casal que só não é mais inesperado que a gravidez de Alison. Gostoso de ver.



O título em inglês é Knocked Up de 2006, parece, da Universal Pictures.



Tá dado o recado. Ah, pra quem for assistir, há algumas cenas fortes na hora do parto, pelo menos pra mim foi, eles foram bem detalhistas...


Me conte o que achou.
Enjoy!

terça-feira, 17 de junho de 2008

Yes, eu gosto de moda.


É... Aí estão os eventos de moda da temporada.


Não posso dizer que não estou curiosa, mas não vou ficar contando aqui as tendências para o verão. Quero mesmo é expressar o quanto gosto disso. Pode falar o que quiser, mas eu vou continuar achando que moda é essencial sim. Estar bem vestido(a) é ótimo e não quer dizer vestir grife, quer dizer bom senso, coisa que muita gente não tem. Eu não sou expert em moda, muito menos posso dizer que só me visto na moda. O negócio é que me fascina: as roupas, as caras, a maquiagem. Isso sim é arte, não que seja o único tipo.


Entenda como eu vejo. Expressar quem você é, as coisas que pensa, que faz, que vive através de uma peça de roupa é muito maior do que simplesmente escolher a primeira roupa que caiba em você. Quem consegue fazer isso com perfeição ou pelo menos com sinceridade e estilo tem meus parabéns e minha admiração.


Deixando claro mais uma vez que grife não é tudo (apesar de que eu não me incomodaria em ter uma ou duas ou mil pecinhas de umas grifes aí...), o importante é se expressar.


Se não fosse assim como explicar que você (eu sei que faz isso) escolhe suas roupas de acordo com o lado da cama em que acordou e costuma dizer "hoje não tô com humor pra vermelho"?


hehe. Viu, moda é expressão.


P.S.: Não vou deixar de falar depois do Fashion Rio e da São Paulo Fashion Week!

sábado, 7 de junho de 2008

A vida bate à porta...rs

Sabe quando inacreditavelmente tudo dá errado.

Você fica doente, desmarca compromissos, seu namorado(a), marido(esposa), etc está ocupado demais fazendo coisas que você considera de menor importância, parece que a sua opinião e vontade são as coisas que menos importam no mundo e que a sua pessoa já está em segundo, terceiro e até quarto plano na vida de todo mundo, meio esquecido...

Ai, eu tô me sentindo exatamente assim, consequência do mimo exagerado de minha mãe quando eu era criança. Se ninguém me escuta por mais de 5 segundos o mundo cai. Mas e daí? Na verdade até gosto de ser assim, mas não agora, e provavelmente não daqui pra frente.

Por que afinal estou dizendo isso? Primeiro porque queria registrar e segundo para alertar pessoas desprevenidas de que a vida é injusta, como dizia um professor meu... Não estou sendo negativista, mas o fato de você saber que nem sempre tudo vai dar certo ajuda muito nas horas difíceis, sabe. Você sabia que uma hora alguma coisa ruim iria acontecer e mesmo torcendo pra que não acontecesse, de certa forma se preparou para a porrada (com o perdão da palavra).
Isso nem é ruim, assim como se sabe que coisas ruins acontecem também se sabe que coisas boas acontecem mesmo que demore. Para ser sincera eu estou esperando, viu. Ó, tô aqui olhando pra cima esperando essa coisa boa acontecer comigo, particularmente eu queria que essa coisa boa fosse um estágio. Admito que solucionaria muitos dos meus problemas principalmente um chamado auto-estima.
Hum, odeio quando estou num certo ponto de desgaste mental em que só consigo expressar todas as coisas que penso escrevendo, parece estranho mas a mim faltam palavras faladas para descrever as ondas de inconstância dos meus pensamentos. Quando eu escrevo apesar de demorar mais tempo para organizar as idéias, pelo menos consigo fazer isso de um modo - ao menos eu espero - compreensível para as outras pessoas. Será que todo mundo é assim?

Ainda sobre coisas que eu andei pensando, realmente andei pensando e resolvi que vou deixar mais um tempo meu antigo blog no ar, até decidir o que fazer com ele. Se alguém tiver alguma sugestão por favor me diga. Tô meio com pena de excluí-lo, há muitas homenagens lá. E se alguém ainda quiser dar uma olhada pra ver uns posts antigos e se despedir, vai ser benvindo: nanachata.blog.terra.com.br

É só isso, mais um pensamento de quase madrugada (acho que por essas horas meu cérebro fica saturado e me obriga a pôr pra fora as coisas, sabe como excremento, pra não usar outra palavra).

x(

Tchau...!

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Maresia

Apague as luzes e abra as cortinas da janela
Deixe a lua de Jah brilhar na sua vida denovo
Faz muito tempo que eu guardo essa mensagem para você, garota
Mas parece que sempre chego tarde
Eu ainda quero te alcançar, menina, na hora.
Eu quero te dar um pouco de amor.
Apague as luzes, nunca tente resistir
Deixe meu amor entrar na sua vida denovo
Eu te amo!
E eu quero que você saiba disso agora, eu te amo!
Porque eu quero te dar um pouco de amor.

Essa música é do Bob Marley, Turn Your Lights Down Low. Estava escutando ela agora e pensei em como ela é incrivelmente simples e calma e fala tudo com poucas palavras.

A vida podia ser mais assim.

Poxa, ouvi e me senti tão relaxada, esqueci dos problemas por alguns minutos e resolvi compartilhar aqui essa sensação. Vocês deviam tentar ouvir umas músicas desse cara, ele sabia do que estava falando mais do que muito gente aí que nunca fumou nada.
Aproveitando a música, quero falar mais uma coisinha:

Te amo amor, tô pensando em você.

Fui...

domingo, 25 de maio de 2008

O motivo

Bem, primeiro quero dizer o porquê de ter feito outro blog. Não é exibicionismo. Eu simplesmente precisava de mais recursos no blog. Logo, logo vocês saberão.

Aqui é legal, viu. Gostei.

Agora, para não perder a viagem, ou melhor, o post, se orientem, pessoas. Há uma lei muito sinistra pra acabar com a nossa tão verde e tão já desmatada Amazônia.
Eu quero pedir a ajuda de todos para impedir esse absurdo. Eu não sou muito boa pra explicar as coisas, portanto aconselho, peço e até mesmo faço questão de que vocês entrem no site http://www.meiamazonianao.org.br/
. Lá vocês vão saber melhor sobre isso e mais importante ainda, vão poder assinar uma petição pra acabar com essa lei. Vou deixar ali do lado, na lista de links pra vocês verem depois.

Espero que todos entendam a importância disso, afinal aí está o aquecimento global para nos provar que cada árvore derrubada faz falta no mundo, além de diminuir a beleza dessa Terra tão maltrada.

Na verdade eu nem ia falar sobre isso, mas quando fiquei sabendo tive que falar sobre isso. E estou muito decepcionada de saber que nenhuma das pessoas pra quem eu mandei e-mail falando sobre o problema nem mesmo assinou a petição.
Olha gente, posso até parecer chata, mas isso é importante e tem que ser dito. Onde está a consciência de vocês pessoas? Não sejam egoístas a esse ponto, ainda vai ter muita gente vivendo nesse mundo depois de nós.

E tenho dito.