sábado, 23 de agosto de 2008

Adeus

Infelizmente o gatinho morreu.

Gente fiz de tudo, passei noites mal dormidas, dias em casa sem poder sair, perdi até prova na escola, mas um minuto de descuido e um garotinho machucou o gato. Ele ainda foi muito forte, aguentou um dia e uma noite com traumatismo e hemorragia, mas sofreu muito e acabou morrendo.

Tô muito triste, mas aprendi muito com aquela criaturinha do tamanho de um hamster. Ele era esperto e muito ativo, adorava deitar no pé de todo mundo. Tenho certeza que fiz tudo que pude por ele. E ele me fez feliz por exatamente 7 dias.

E por falta de tempo seu nome ficou Gato, mas acho que ele já estava acostumado a ser chamado assim.

Tchau Gato.

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Adotando um gato

Gente, encontrei um lindo gatinho na rua e trouxe para casa. Me pergunte por quê. Porque ele é lindo e poderia morrer se ficasse na rua. Andei lendo sobre isso e realmente o número de gatos e cães abandonados é enorme, então resolvi fazer minha parte. Infelizmente não vou poder ficar com ele porque minha mãe tem uma aversão irracional pelo bichano e não só ele, qualquer espécime do animal, então assim que ele estiver forte e mais lindo ainda vou doar para alguém bonzinho que queira ficar com ele pelo resto da vida.

Você deve estar pensando que estou louca por cuidar de um bicho que nem poderei ver crescer depois, mas com certeza não sou a única que anda fazendo essa maluquice. Muitas pessoas, pelo que descobri abrigam gatinhos e depois dão para adoção simplesmente porque os abrigos não tem capacidade para cuidar de todos os gatos que chegam por lá. Na verdade é bem legal saber que você está cuidando do "filhinho" que alguém vai adotar, mas nesse caso eu preferia ficar com a criaturinha, tenho uma queda mortal por gatos!

Então, um aviso, um apelo, uma ordem: se encontrar um gato abandonado na rua, leve pra casa e cuide dele pelo menos até encontrar alguém que fique com ele. Acredite, isso faz diferença.

Mas se você está pensando "poxa, eu não sei cuidar de um gatinho", não se preocupe, existem vários sites que dão dicas muito boas aprovadas por veterinários para você cuidar do pequeno (santa internet!). Então não tem desculpa, viu. Vou citar dois: Gatos do Rio e Beco dos Gatos

Porém eu estou assustadíssima com essa situação, viu. Me apego fácil e nem sempre tudo dá certo, portanto estou tomando muito cuidado para que esse gatinho se recupere e viva muito.

Só pra constar informações, inclusive pra mim: peso - 180g; idade - cerca de 15 dias.

Viu como ele é pequetitinho!

Acompanhem a saga...