quarta-feira, 26 de novembro de 2008

É hora de dar tchau.

Não posso dizer que os últimos três anos da minha vida foram fácéis, mas com certeza guardarei lembranças. Marcas, provas de que dá pra amadurecer uma vida em 3 míseros anos. Nesse tempo vi de tudo, de tudo mesmo naquele colégio gay, irritante, cheio de gente doida, gente legal, gente diferente, gente.

Odiei, amei, evitei, rodeei aquele lugar, me tornando cada dia mais parte dele e cada dia mais excluída, cada dia contando os segundos pra sair de lá, enquanto por um motivo ou outro, queria estar lá. E lá, no Adolpho Bloch, aprendi a ver que ninguém é mal por completo, nem bom por completo. Num dia estranhava alguém no corredor e no outro via aquela pessoa com outros olhos.

E o que dizer de meus colegas, meus amigos, companheiros de ciladas (provas), trabalhos, desenrolos, zoadas, escapadas, matações de aula. Todos nós conhecemos um ao outro tão mal e ao mesmo tempo tão bem. Todos já nos vimos num dia de cabelo ruim, nas horas de tristeza, choro, alegria, brigas, nas horas em que precisamos, lá encontramos alguém que nos ajudou, mesmo que só por coleguismo, mesmo que só pela curiosidade de saber o que estava acontecendo.

Uns abandonaram o barco cedo demais, outros foram e voltaram, outros pularam fora quase no final, mas todos são lembrados, pode ter certeza. E como!

No meu orkut não tem milhares de fotos de vocês, companheiros, mas deixo aqui meu agradecimento por cada coisa que me ensinaram mesmo sem saber. Tirei lições das coisas boas, mas não esqueci das coisas ruins, por que esquecer? Foi com elas que aprendi mais, e de uma forma ou de outra, uns mais, outros menos, todos me ensinaram coisas que vou guardar no meu coração. Obrigada, gente, de verdade, vou sentir saudade mesmo.

Espero que nos encontremos pela vida, sempre tendo coisas boas pra contar, acho que falo por todos quando digo que vou me alegrar em saber que vocês estão felizes.

Adeus Adolpho, olá universidade indefinida!

6 comentários:

  1. ='(
    Vou sentir mts saudades...!!!

    ResponderExcluir
  2. Eu vou sentir saudade de você, Gustavo! ='(
    uahsuahuashuashaus

    (É sério!)

    ResponderExcluir
  3. É Mariana, também vou sentir saudades de você. rsrsrs...
    De todo mundo, com certeza!

    Beijos a todos, e um TE AMO para a minha Nana!

    ResponderExcluir
  4. Mas como você vai sentir saudade de mim, amor????? (não entendi ¬¬) hahahaha

    Te amo, Branco!

    ResponderExcluir
  5. P q vc naum me disse q era redatora?
    Meu deus!Q mercado competitivo.
    Meus amigos mentem pra roubar minha vaga...Onde esse mundo vai parar?
    hehe.
    Esses 3 anos não passaram em branco pra todos nós,menos pra vc,todo mundo aprendeu alguma coisa...
    saudades..
    h!

    ResponderExcluir
  6. Não podia deixar passar essa em branco também, né Husani!

    hehe

    ResponderExcluir

Fale o que achou