sábado, 25 de fevereiro de 2012

A Fênix e o Lollapalooza

Diz a lenda que a fênix é uma ave que renasce das próprias cinzas, se tornando esplendorosa novamente quando a gente acha que ela morreu.
E aqui estamos nós de novo dando uma de fênix depois de 5 meses sem postagem ou satisfação. Perdão, piedade, isso não se repetirá.

E volto eu para fazer uma reclamação, o que mais poderia ser?
Amo Foo Fighters, sério. Paguei a fortuna que me pediram para poder assistir seu show em São Paulo (!), mas por que tive que pagar esse pequeno valor digno de resgate de sequestrado? Tudo bem que o Lollapalooza vai trazer FF e muitos outros nos dois dias de festival e que há muitos gastos e blá blá blá, só que, pelo amor de Deus, R$300 + R$60 (Taxa de conveniência?) + taxa de entrega. já que eu não moro em São Paulo, é de matar, certo? Sinto que estamos pagando por uma marca, igual a comprar roupa de grife. E que fique claro que eu não compro roupa de grife.
Pode ter certeza de que esta será a última vez que pagarei tanto por um ingresso, a não ser que o Foo Fighters cobre isso por um show, é claro. Não à toa, minha vida gira em torno deste maravilhoso 7 de Abril que se aproxima e espero de todo o meu coração que esse seja o melhor dia da minha vida até lá. É claro que não falo isso pelo FF (eles dão conta do recado), mas pelo festival em si, organização, etc. Veremos.

Me desejem, por favor, que tudo dê certo, que não chova e que eu não desmaie aos primeiros acordes da banda mais fodástica do mundo.

Até logo. (Prometo!)

Dave no último Lolla