quinta-feira, 28 de março de 2013

As coisas que a gente não deveria falar

Tenho uma lista de assuntos para falar aqui, mas agora me ocorreu um enquanto via uma imagem do filme Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças.

Tangerine *-*

Pra quem ainda não viu esse filme - olha só, você tá atrasadinho, hein perdendo uma história linda - Joel descobre que sua Clementine se submeteu a um tratamento para esquecê-lo e não se lembra mais dele, então decide fazer a mesma coisa, só que no meio do tratamento se arrepende e tenta salvar suas memórias sobre ela. Eu acho esse filme fantástico, mas o que me fez pensar em um post foi o motivo deles tomarem essas decisões absurdas: uma briga boba.

Quantas vezes isso já aconteceu com você, de falar uma coisa idiota para quem ama e logo depois se arrepender? Comigo acontece sempre e me dá vontade de ter aquele aparelhinho do MIB, sabe, pro meu amor esquecer que eu falei uma besteira tão grande quando um "me desculpe" já bastaria para encerrar o assunto. Orgulhosa que sou, normalmente pioro mais ainda a situação ao não me desculpar logo, mas sempre me odeio por isso.
Esquece que eu falei isso, tá?
É tão simples perdoar, só que não. O certo é que a prática leva à perfeição. Isso vale não só para o namorado, mas pros amigos, pra um colega de trabalho, pra alguém em quem pisamos no pé na rua ou que pisou no nosso. Vai que a gente não tem uma segunda chance como os namorados de Brilho Eterno tiveram.

quarta-feira, 20 de março de 2013

LiquiDANDO

Gente, eu não sou muito de me jogar em liquidação, geralmente estou sem dinheiro - mesmo - nessas horas e quase choro quando vejo uma etiqueta vermelha porque não dá pra levar n-a-d-a.
Então hoje tenho duas situações pra vocês.
Primeiro, saio da loja de cosméticos - tintas e etc. - e dou de cara com uma liquidação que anuncia: alpargatas a 19 simoleons (The Sims, viu gente), isso mesmo, 19 reaizinhos. Entrei e comprei, porque afinal, eu gasto 19 reais comendo esfiha no Habib's ou sei lá o quê. Acho que foi destino, já que o que eu mais tenho procurado são alpargatas bonitas e baratas pra comprar. Claro, que também não foi tão perfeito assim, né, povo. Eu calço 39 e vocês sabem que o primeiro número a acabar é esse, por isso pedi pra moça trazer todos desse tamanho pra eu ver qual modelo gostava mais, foi tipo:

- Calço 39, tem?
- Qual modelo você quer?
- Traz os que tiver desse número e eu escolho.

Conclusão: nenhum dos estampados lindos  tinha meu tamanho, somente um azul e um rosa lisos. Escolhi o azul. E estou feliz e contente com minhas alpargatas fofas e confortáveis. A loja em que eu comprei é a Gato&Sapato de Caxias. Não sei até quando vai a liqui, mas tinha muita sapatilha bonita lá e uns slippers maravilhosos, mas que não estavam na promoção e é claro que não levei.

Minhas aquisição de hoje


Segundo, como meu nível de satisfação estava alto, resolvi entrar na Mercatto pra ver o que tinha lá de bom, já que quase toda semana eles colam aqueles papéis brancos nas vitrines e dizem que estão em liquidação - caso de hoje. Entrei, mas não comprei e nem gostei. Sem brincadeira, só tinham roupas com defeito, realmente baratas, porém com rasgos incríveis em todas as frentes e versos que você possa imaginar. Não sei vocês, mas eu não tenho como fazer esses consertinhos - tá mais pra reforma - em casa e se for pra pagar, talvez nem valha a pena, bye bye R$15 a R$25 cada peça. Chateada que fiquei, fui pra casa com minhas alpargatas e minha tinta de cabelo.
:)

quinta-feira, 14 de março de 2013

Quem precisa de babyliss?

Ter cabelo cacheado é um saco e ponto. Você hidrata, dá carinho  e atenção, usa dez cremes diferentes, mas ele só fica bonito se quiser.
Eu sou dessas que nunca decide se quer cacheado ou liso, na dúvida, vai preso mesmo. Faço escova raramente porque meu bebelo não aguenta 24 horas sem enrolar, mas não gosto muito quando fica aquela coisa toinhonhoin, cheia de voltinhas, fico me sentindo uma menininha de 5 anos, sei lá. O cabelo ideal pra mim - isso quer dizer bonito e não trabalhoso - seria onduladinho, com uma aparência de macio, fofo, sabe?
Imaginem minha surpresa de manhã ao descobrir que meu cabelinho pode ficar uma graça sem nem ao menos usar o - antes obrigatório - creme para pentear. A ideia era pentear e enrolar, aquele velho truque pra deixar o cabelo com cachos mais largos, quem tem sabe. Mas ao invés do creme "santo" usei um pouquinho do óleo de Argan da Avon com uma porção considerável de mousse para cabelos cacheados (no meu caso, o Miss Pleez), enrolei e depois de uns 10 minutos soltei. Depois que secou a textura ficou ótima e até me senti meio diva (cof cof), pena que só até chegar ao trabalho e ter que prender. Mesmo assim, até ficou bom mesmo depois de passar o dia preso.

E assim o dia foi salvo...

Ainda não posso comemorar muito a descoberta porque como o ser pensante que é, esse belón pode mudar de ideia amanhã ou na semana que vem e nunca mais ficar tão bonito de novo. Aliás, esse meu cabelo ainda rende assunto, hein. E o seu?

P.S.: Não coloquei foto porque estou a cara da derrota, dormindo tarde e acordando cedo há umas duas semanas... :((

terça-feira, 12 de março de 2013

Esclarecimentos (ou não)

Oi gente. Tudo bem? É, sou eu mesmo, viva e saudável. 

Eu sei, não tenho vergonha na cara, essa deve ser a vigésima vez que venho me desculpar pela falta de posts.
Ai povo, sinceramente, aplaudo de pé as pessoas que conseguem dizer "vou colocar post novo uma vez por semana" e realmente fazem. Eu simplesmente não consigo. Sabe quando você sente que está enterrada em coisas pra fazer? Então, é isso. E tem mais: eu aprendi na vivência o que significa a palavra procrastinação, fiquei viciada nisso - será que existe um Procrastinadores Anônimos? - e não consigo parar de adiar meus compromissos, inclusive o blog. Aliás, escrever este post que vos fala é mais uma tentativa de evitar estudar Linguística - a matéria no momento. Afinal, agora sou estudante de Letras, minha gente.

Fonte: http://rodolfo.typepad.com/.a/6a00e554b11a2e8833011278d9835228a4-800wi


Se você ainda acompanha esse blog, mil perdões, não vou prometer mais nada, mas prometo quero muito ser mais regular nas postagens porque também não gosto quando entro todo dia num blog e não há nada de novo... 
Enfim, esse blog é uma mistureba do caramba e quero que continue assim portanto o que vocês, amigos, verão daqui pra frente provavelmente será uma mistura de tudo que já tinha antes com coisas que incorporei na minha vida. Pra quem não sabe - o que é bem provável, já que eu não contei -, meu namorado e eu agora somos uma família de dois, o que quer dizer que juntamos nossos lindos trapinhos, então meu foco agora é decorar essa casa totalmente branca. Esse vai ser um dos assuntos que com certeza aparecerão por aqui.
Longe de mim querer transformar esse espaço num blog sobre decoração, mas gostaria de compartilhar meus achados e esse momento de mudança com quem quiser também. Aqui vamos continuar falando também de livros, filmes, experiências de vida e qualquer coisinha legal que eu possa contar.

Sigam-me os bons - ou sigam minhas mãos!