quinta-feira, 16 de maio de 2013

Intromissão não é extroversão

Se você não entendeu o título do post é porque ainda não conheceu a pessoa certa. Quem é essa pessoa? Vem que eu te conto.

O indivíduo a que eu me refiro é aquela criatura que é toda alegre, toda alto astral, ri de si mesmo e de suas situações mais embaraçosas, conta a própria vida pra Deus e o mundo sem vergonha nenhuma. Como se isso não bastasse para gerar momentos estranhos, ela age de uma forma que acaba fazendo você achar que é normal contar tudo nos miiiiiínimos detalhes e quando vai ver já está falando suas intimidades também e... epa, isso não diz respeito a mais ninguém além de mim. Assim, meio que escapa, sabe.
Essa pessoa se sente íntima de todo mundo e se você contar um detalhe, aí mesmo que ela vai se achar no direito de perguntar e deduzir tudo que der na telha. Coisa chata, viu.
O segredo pra fugir disso? Muito auto-controle pra não dar "confiança", se não já viu, né.

Vamos respeitar a privacidade alheia, por favor.

Alguém acerta o ditado?

3 comentários:

  1. Não sei qual é o ditado mas fiquei com peninha do gato :(

    HAHAHAHHAHAHA

    Mas sei bem como é esse tipo. Tenho medo! E evito, argh.
    Um beijo,
    Re.
    ps: preciso de um banner do teu blog pra colocar na minha aba de links :/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ixi, olha, primeiro vou ter que fazer um, sabe que eu não sou entendida dos design, né. ;)

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Fale o que achou