sexta-feira, 28 de junho de 2013

Primeira "Resenha"

Parece que sem querer eu criei o hábito de postar sempre nas terças e sextas, então vamos lá.
O post de hoje, eu não sei se posso chamar de resenha, apenas quero desabafar minhas impressões sobre o famigerado 50 Tons de Cinza. Pois é, chegamos nesse nível nos últimos dias de férias.
Eu comecei a ler esse livro há mais de um mês e só consegui terminar de ler ontem, isso já dá uma ideia de como eu gostei da leitura levando em consideração que geralmente eu levo uns 2, 3 dias no máximo lendo um livro, a não ser quando é muito bom e eu sei que vou sentir muita falta dele, aí eu tento me segurar pra durar mais.

Quando Anastasia Steele entrevista o jovem empresário Christian Grey, descobre nele um homem atraente, brilhante e profundamente dominador. Ingênua e inocente, Ana se surpreende ao perceber que, a despeito da enigmática reserva de Grey, está desesperadamente atraída por ele. Incapaz de resistir à beleza discreta, à timidez e ao espírito independente de Ana, Grey admite que também a deseja — mas em seus próprios termos.

Chocada e ao mesmo tempo seduzida pelas estranhas preferências de Grey, Ana hesita. Por trás da fachada de sucesso — os negócios multinacionais, a vasta fortuna, a amada família —, Grey é um homem atormentado por demônios do passado e consumido pela necessidade de controle. Quando eles embarcam num apaixonado e sensual caso de amor, Ana não só descobre mais sobre seus próprios desejos, como também sobre os segredos obscuros que Grey tenta manter escondidos...
*Atenção. Daqui pra frente contém spoilers.
Essa é a sinopse do livro que eu encontrei no site da Editora Intrínseca. Todo mundo sabe que a história gira em torno desse mundo sadomasoquista do Sr. Grey. Não tenho nenhum problema com isso, não julgo as pessoas pelo que elas fazem entre quatro paredes. O que me incomodou muito no livro é essa apatia ridícula da personagem principal, Anastasia. Quando a gente se apaixona fica meio boba mesmo, mas aceitar que um homem me persiga e saiba todos os meus passos está além dos limites toleráveis. O cara te segue até outro estado mesmo sem ser convidado, que romântico, vai passar a noite com ele enquanto sua mãe volta pra casa sozinha. Não dá.
Desculpa por ser a milionésima pessoa a comparar, mas me lembrei desde o primeiro capítulo da Bella do Crepúsculo, toda sonsa e insegura, aceitando relutante todos os presentes caros e as vontades de um homem rico e estranho. Aí vocês vão estranhar porque eu gosto de Crepúsculo e não de 50 tons. E eu explico: se o livro fosse só sobre sexo, poderia ser um livro legal, mas juntar isso com essa insegurança sem fundamento da menina é que deixou tudo muito chato. Num momento eles estão fazendo "sexo selvagem" e no outro a Anastasia está filosofando sobre seus problemas e a mudança acontece em questão de pontos e vírgulas.
Pra não dizer que eu só falei mal do livro, o detalhe que me agradou é a Anastasia ser uma amante de livros, como eu e querer trabalhar com publicação, assim como eu. Alguém sabe de um livro que conta a história de uma garota que aspira a ser editora?
Enfim, fiquei tão desgostosa do livro que comecei a ler Jogos Vorazes - Em Chamas logo em seguida. E até agora estou gostando muito.

Livro: 50 Tons de Cinza
Autora: E. L. James
Editora: Intrínseca

terça-feira, 25 de junho de 2013

Decoração - Molduras Provençais

Desde que me mudei há quase um ano, comecei a seguir alguns blogs de decoração como o A Casa que minha Avó Queria (não sei por que está fora do ar oba, o site voltou!), Homens da Casa - porque né, namorado agradece -  Simples Decoração e Achados de Decoração. Quem conhece sabe que é tudo lindo de enlouquecer e dá vontade de fazer igual em casa. De todas as coisas que vi nesses e outros blogs e pela internet toda, uma das que mais me chamou a atenção foi a tal moldura provençal. Essa mesma, que virou modinha e todo mundo fez sua versão. Encuquei que também queria ter minhas molduras super charmosas e coloridas, então no mês passado -sim, depois de tanto tempo - comprei minhas primeiras molduras. Esperei entrar de férias pra pintá-las, achando que daria muito trabalho, mas que nada, é bem fácil de fazer mesmo que você seja tão estabanada - lembrei de rabanada e deu vontade -  quanto eu. Tão fácil que resolvi mostrar aqui no blog como fiz as minhas.

Usei tinta acrílica fosca. Escolhi essas cores mais porque achei bonitas do que por combinarem entre si e com  a sala, até porque minha sala é toda branca. R$1,90 cada pote

Usei esse pincel macio N°14. Pensei em comprar um maior, mas ainda bem que não comprei porque achei esse tamanho ideal pra preencher os relevos das molduras, se eu tivesse um menor seria ainda mais fácil. R$8,77

Quando você dá a primeira pincelada já percebe que não tem erro, é só ir espalhando a tinta sem deixar acumular muito tomando cuidado com os relevos.

Esse rosa não está fiel, no mundo real ele é muito mais delicado e menos flúor.

Mesmo caso do rosa, ele não é tão escuro.


Passei 3 mãos de tinta em cada um com um intervalo de uns 10 minutos. Se bem que no azul foram 4 mãos, se não me engano.

Fixei na parece com aquela fita mágica 3M para quadros. Detalhe: as molduras tem aquele gancho de pendurar no prego e eu morri de medo da fita não grudar. De fato, alguns pedaços nem encostaram na parede, mas do jeito que pendurei eles ainda estão lá. Fita: R$8,55

Ficou assim. Achei lindo, mas quero colocar mais.
Também achei que ficou muito alto, mas quando colocar mais deve ficar melhor.
 Comprei tudo na Caçula de Caxias - me mudei de lá, mas é o primeiro lugar que penso quando quero comprar algo - menos as molduras que são do Palácio da Arte e chegaram bem embrulhadas e protegidas dentro do prazo. As inspirações pra fazer as minhas eu tirei daqui.
Gostei tanto de pintar minhas molduras que fiquei com vontade de sair pintando tudo por aqui. Não sei porque eu nunca tentei isso antes. Espero em breve mostrar mais DIY por aqui. Gostaram?




sábado, 22 de junho de 2013

Honestidade Esperança Protesto

Quando eu era mais nova, com mais ou menos uns 13 anos, sei lá, eu tinha uma camiseta preta escrita HONESTIDADE. Toda vez que eu ia passar uns dias na casa de uma prima tinha essa amiga dela que só me chamava de Honestidade por causa da camiseta, tipo "E aí, Honestidade?". Quando eu usava essa roupa me sentia duas vezes mais comprometida em ser honesta, afinal, não tem coisa pior do que quem prega um ideal e não faz jus a ele.
Passados 10 anos (!) eu ainda faço questão de ser honesta sempre, mesmo sem ter mais essa camiseta que de tanto usar ficou marrom desbotado. Quando vejo hoje as pessoas na rua protestando, exigindo finalmente seus direitos, fico me perguntando se essas pessoas fazem jus ao seu ideal.
Todo mundo sabe que aqui no Brasil o que manda é o jeitinho brasileiro, o mais fácil, o malandro e quanto de tudo que sofremos não vem desse modo de levar a vida...
Me emociono mesmo com as manifestações, com o engajamento - finalmente - do povo no que é seu por direito, mas alerto que não se muda um país de um dia pro outro. O país é feito de pessoas e se as pessoas não mudarem, o país não muda. Enquanto reinar a política do eu primeiro isso que estamos vendo não vai dar muito resultado. Não podemos cair no erro dos políticos de querer mudanças rápidas, mas que não resolvem a raiz do problema, nosso Brasil precisa mudar a longo prazo - ô expressão mais chata - e mudar pra melhor, não apenas mudar.
Ainda bem que existem pessoas que sabem disso, tenho visto por aí. Por isso eu tenho esperança. Esperança que o movimento #vemprarua, #ogiganteacordou ou seja lá como quiserem chamar vai ser o começo de um progresso de verdade. Esperança que as pessoas vão pesquisar antes de votar no espertalhão que promete mundos e fundos. Esperança que os pais saibam educar seus filhos. Esperança apenas num futuro mais bonito.

Será que dando uma camiseta igual a minha pros políticos eles vão querer ser honestos?


domingo, 16 de junho de 2013

Novidade com presente

Oi!
Vocês conhecem a Varal HM? Futricando pela internet eu achei essa lojinha linda cheia de acessórios apaixonantes. Lá tem bijoux, camisetas, lenços, tudo com cara de riqueza e estampas fofas. hehe
A Varal HM e eu fizemos uma parceria e você que lê esse blog vai gostar de saber o que é.
Que rufem os tambores...
Eu tenho o prazer de anunciar o primeiro sorteio deste humilde blog. Deixa eu contar tudo logo porque estou muito feliz com essa novidade.
A Varal HM e eu vamos sortear esse lenço fofo de doer com estampa de gatinhos (claro!). Êêê!!!


Gostou? Quer participar? É fácil, siga as regras aqui.

Você pode se inscrever até dia 29/6. O sorteio acontece em 30/6 e eu vou publicar o resultado no Facebook. A ganhadora tem 48 horas pra entrar em contato comigo por e-mail ou Facebook, caso contrário, farei outro sorteio.
A entrega do produto sorteado é de responsabilidade da Varal HM. E por último, o sorteio é só para o território nacional.

Valendo!

Atualizado

A ganhadora foi a Leticia Lima. Muita gente foi desclassificada porque não cumpriu todas as regras e até o Facebook atrapalhou ocultando o compartilhamento da ganhadora. Mas depois ficou tudo resolvido e a Leticia é a ganhadora, tendo sido a 3º sorteada. Parabéns!


quarta-feira, 12 de junho de 2013

Namorados


Estou encostada em seu peito e olho para cima só para ver seu rosto. Estamos assistindo a um programa qualquer, não importa. Só de ver o contorno do queixo dele me sinto mais feliz. E pensar que arriscamos perder isso mais de uma vez. Com as brigas idiotas, os ciúmes sem fundamento, as TPMs mal direcionadas. Enquanto penso na sorte que tenho ele olha para baixo e em seus olhos eu vejo que ele pensa como eu.
- Quer que eu pegue um cobertor? - Isso me soa como um "eu te amo".
- Não, não precisa. - E continuo. - Amor, e se um dia a gente deixar de se amar? E se a gente se odiar?
- Por que tá me perguntando isso? Eu não pretendo deixar de te amar nunca. E você?
- Nunca.
- Então essa sua pergunta não tem cabimento, né. Não se preocupa, o que é de verdade a gente nunca perde, fica sempre no coração.
- Como a gente sabe se é de verdade?
- É de verdade quando eu passo o dia rindo, mas só me sinto feliz quando chego em casa e te vejo, quando acordo de noite e sinto você ao meu lado, quando tudo dá errado, olho pra você e a gente acha graça. É de verdade quando estamos assim, como agora e eu não poderia imaginar um jeito de ser mais perfeito.
Depois dessa fico sem argumentos. O programa continua e ele me abraça, meu mundo é perfeito nesse momento. Me pergunto se seremos "para sempre", mas essas coisas a gente não sabe, a gente vive. Eu vivo pra ele e ele vive pra mim, enquanto  for bom assim sei que estaremos felizes.



segunda-feira, 10 de junho de 2013

Encontro de Ruivas - Amor Acobreado

Me senti privilegiada no dia 1º de junho ao participar do Encontro de Ruivas aqui no Rio. Caí de pára-quedas nesse encontro com as ruivas mais charmosas do Rio com a participação da linda da Gleici e amei muito conhecer essas meninas com uma paixão em comum: a ruivice.
O encontro aconteceu graças ao grupo formado no Facebook e nos encontramos na Cinelândia pra sentar e conversar no bar Amarelinho. Foi muito legal porque a maioria de nós não se conhecia pessoalmente e mesmo assim nos divertimos muito a ponto da cor das tintas ficar um pouco de lado.
Claro que não podia faltar uma sessão de fotos pra registrar esse montão de ruivas juntas num lugar só. E pipocaram câmeras e celulares tirando muitas fotos.
Já pelo meio da tarde tivemos uma surpresa boa: uma holandesa que é ruiva (natural, diga-se de passagem) apareceu do nada e disse que ouviu falar do nosso encontro e teve que ir dar uma olhada. A linda sentou conosco e nosso encontro ficou ainda mais bonito.

Acho que falo por todas quando digo que fiquei com gostinho de quero mais.

P.S.: Agora o blog tem uma página no Facebook, então curtam ali em cima e sigam o blog aqui do lado.

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Aplicativos úteis e meu diário de corrida

Pensaram que eu tinha desistido da corrida, né?
Nada disso, continuo firme e forte - só que nem tanto - no meu objetivo. É bem verdade que deixei de correr uns dias, principalmente nos fins de semana que é quando eu saio da rotina e esqueço de correr ou estou fora de casa, mesmo assim tive um progresso legal que - óbvio - vim contar pra vocês.
Gente, eu não perdi um único quilo nesse meio tempo. o(╥﹏╥)o
Não culparei a corrida jamais, afinal eu sei que comi coisas que não devia. Muitas. Isso me levou a conclusão que meu caso é para dieta mesmo, fazer o quê? Tenho tentado comer menos besteira, substituir doces - meu maior pecado - por frutas e fazer refeições mais certinhas. Nem sempre consigo, mas não vou desistir fácil. Estou focada em comer só um pouco ao invés de devorar tudo de uma vez.
O lado bom é que ganhei mais resistência e tenho conseguido correr sem ficar com dores e sem falta de ar. Nos primeiros minutos é doloroso mesmo, daí vou ficando mais leve e o treino fica mais gostoso. Quero ver quando conseguirei correr 5 km sem parar.
Agora vou contar pra vocês sobre dois apps que estão me ajudando a me conhecer melhor e a não desanimar.

TecnoNutri
Esse aplicativo é uma mãe pra mim. Ele me lembra de hora em hora que eu tenho que beber água e também da hora das refeições. Nele você coloca tudo que comeu durante o dia e fica sabendo das calorias, gordura, carboidrato, fibras, etc. Não tem todos os alimentos nem é um cálculo exato, mas dá pra ter uma ideia de onde você está errando. Eu, por exemplo, descobri que não costumo comer calorias além do que devo, mas quase todo dia excedo minha recomendação de gordura e sódio.
Ele te dá o mapa pra mudar sua alimentação, tirar uns alimentos, colocar outros, além disso tem uma tabela nutricional muito boa pra consultar. Gratuito para Android.

Runkeeper
Esse eu uso pra correr e posso falar que é o que tem me mantido animada, mesmo com minhas faltas. Com ele eu sei o tempo, a distância, as calorias e velocidade. Ele tem vários programas para você escolher e metas para cumprir, assim não dá pra se entediar com a corrida. O RunKeeper te lembra que está na hora de correr e se você começa a perder os treinos ele vem com umas frases motivacionais na hora do alarme, um amor. Além de tudo ainda manda e-mail pra você parabenizando pelos recordes e metas alcançados. Sem ele não corro mais. Gratuito para Android.
É isso, gente, espero que alguém se anime para correr e tentar mudar os hábitos alimentares junto comigo. Me contem suas experiências, vocês também usam algum aplicativo? Qual?
Obs: Usei um emoji dos que a Loma ensinou. Amei.

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Dia de Assistir Série

Amanhã é terça-feira. Sabe o que isso significa pra mim? É dia de ver The Walking Dead na Band.
Eu sei, eu sei, vocês vão me dizer que já acabou a temporada, que estou atrasada, que série dublada é uó e blá blá blá. Só que eu não me importo.
O negócio é o seguinte: na época que começou a passar a primeira temporada na Fox eu estava numa fase em que não tinha tempo pra ver nenhuma série, muito menos acompanhar toda semana. Passou, agora dá na Band e eu posso assistir, só isso.
Bom seria simples se não fosse complicado. O caso é que eu tenho minhas manias. Eu gosto de assistir série episódio por episódio, nada de procurar na internet e ver tudo de uma vez, afinal, eu só estaria adiantando o sofrimento de não ter mais o que ver quando assistisse tudo. Série dublada é horrível? É. Mas é o preço que eu pago pra cumprir meu ritual de:

  • acordar na terça e pensar: "Hoje tem The Walking Dead!!"
  • ficar olhando o relógio de 10 em 10 minutos quando tá chegando a hora
  • assistir como se minha vida dependesse disso
  • brigar com quem falar durante a série
  • correr pra fazer xixi no intervalo como se tivesse um zumbi atrás de mim
  • ver as cenas dos próximos episódios e ficar morta de curiosidade

Isso acontece com qualquer série que eu acompanhe, TWD é só pra ilustrar a situação, não quer dizer que eu não assista trocentos episódios de determinada série de uma vez só. Eu costumo assistir séries antigas, que já acabaram ou que eu perdi os primeiros episódios assim. No momento tenho uma lista pra colocar em dia, desse mês não passa.
Ah, e eu já vi TWD legendado, claro, as vozes dos atores são do jeito que eu imaginava. As mais bonitas são as da Lori (rouca como eu esperava) e do Daryl (♡^▽^♡ todo perfeito).

Vocês também tem essas loucurinhas/manias? Contem pra mim.



Tive que colocar essa, sorry.
Por último, mas não menos importante, segue o blog aqui do lado. -->
(Preciso fazer uma página do blog no Facebook. Sim ou com certeza?)