quarta-feira, 31 de julho de 2013

Saudade de escrever no papel

"Sinto saudade de escrever, saudade de sentir o desabafo sair de mim através da caneta e ficar gravado no papel, de ler o que escrevi muito tempo depois perdido numa gaveta e sentir como se fosse outra pessoa que tivesse dito aquilo. Sinto saudade de errar uma palavra e simplesmente riscar por cima dela. Escrever no papel é muito mais romântico, me faz sentir como em um livro onde a moça não pode se encontrar com seu amado apenas porque chove e ela não pode atravessar a charneca. Saudade de me sentir outra pessoa apenas por escrever."

Escrevi isso hoje num papel-toalha no trabalho porque minha letra estava bonita e me senti mais calma só em saber que um ato simples como escrever pode te fazer mais completa. E também porque estou com muita vontade de ler um livro desses antigos e românticos, com roupas complicadas e rotinas simples. Acho que vou reler Orgulho e Preconceito, que é muito mais irônico do que o que eu procuro, mas chega perto no romantismo.
Ler um livro cuja história é totalmente diferente da minha vida me faz sentir como se eu estivesse vivendo aquilo também, é como estar lá sendo a mocinha sofredora, mas sem ter que perder tudo na vida antes de encontrar o mocinho herói. É ser a personagem, sentir o que ela sente, sofrer o que ela sofre, viver todos os dilemas possíveis sem ter que decidir nada de verdade, apenas aproveitar as partes boas. Não é bom?
Adoro quando na história um personagem escreve uma carta abrindo o coração ao remetente da forma mais poética possível e ainda acrescenta um "e a plantação tá crescendo bem, graças a Deus", como se fosse natural escrever cartas tão rebuscadas. Aliás, saudades de escrever cartas. Alguém ainda tem esse hábito? Essa é boa, vou matar minha saudade de escrever fazendo uma carta, mas pra quem eu vou mandar? Será que vão me achar maluca ou velha?
Desculpem pelo post meio nada a ver, mas hoje estou saudosista.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

O que fazer no feriado

Quem é do Rio tem muitas chances de estar em casa hoje e amanhã, graças à visita do Papa Francisco. Como está frio à beça aqui, resolvi dar umas sugestões de diversão pra quem não vai viajar. E tudo bem barato ou no conforto da sua casa ou os dois.
  • Lembra quando a gente ia na locadora e escolhia o filme que queria ver? Então, esses lugares mitológicos ainda existem. Nada como o ritual de ir de prateleira em prateleira pra achar um filme legal e levar pra casa com prazo pra devolver. hehe Se não quiser, existe o Netflix ou o bom e velho download, que tem mais opções, né.
  • Chama azamiga e ozamigo, compra umas garrafas de vinho ou várias caixas de pizza e se joga, afinal, no frio a gente precisa de mais calorias pra ficar aquecida. Obs: Vou fazer isso hoje. \o/
  • A Mostra do Quentin Tarantino ainda tá rolando no CCBB. A Bárbara foi e contou tudo pra gente. Se você é fã vale a pena e o ingresso é baratinho.
  • Tá com uma pilha de livros novos que ainda não conseguiu ler? Aí está sua oportunidade de ficar em dia. Sugiro um chocolate quente com conhaque pra aquecer enquanto lê. E nem preciso falar do cobertor.
  • Se criou coragem de ir pra rua, você também pode querer assistir Meu Malvado Favorito 2. Eu ainda não vi e tô morrendo de vontade. E aproveita que vai dar uma de criancinha pra comer um monte de besteira no cinema antes, durante e depois do filme. A vida é uma só... dizem por aí.

Não importa o que escolher, garanta que tudo seja feito com alegria e ao lado de pessoas especiais.
Bom feriado!

sábado, 20 de julho de 2013

6 Personagens de Série que roubaram meu coração

Atenção: esse post é proibido para namorados ciumentos.
Quem nunca se apaixonou por um personagem de série/filme? Eu não fugi a regra e hoje vim apresentar meus futuros maridos em potencial num universo paralelo onde todas as séries se juntam. Como basicamente eu começo a assistir e já escolho um personagem pra amar, a lista poderia ficar gigante, vou falar só os "mais mais".

Daryl Dixon - The Walking Dead

Eu poderia dar 10 motivos pra amar esse caipira sujinho, na verdade eu poderia usar todo esse espaço pra falar dele, mas apenas direi que seu raro sorriso me derrete. Nem vou começar a falar que o Norman Reedus é lindo e debochado e sexy e etc...

Seth Cohen - The O.C.


Resista se puder ao charme geek do Seth. A combinação de All Star e blazer nunca caiu tão bem em um homem e esses cachos me matam de amor. Saudades The O.C.

Logan Huntzberger - Gilmore Girls

Como resistir a essa cara de menino que faz arte com o dinheiro do pai rico? Ainda espero um dia encontrar com ele numa rua imaginária e falar "a Rory não te quis, mas eu estou aqui".

Sam e Dean Winchester - Supernatural

 Roubando meu coração desde Smallville, essa piscadinha explica tudo, né? Como se não bastasse, Dean ainda vive citando músicas e bandas de rock...  
Esse me conquistou nos idos anos de Gilmore Girls, mas como o irmão certinho de Dean, Sam entrou na minha lista.

Robert Chase - House

Esse sotaque. Esse cabelo. Esse jeito "tô nem aí que sou lindo". E ainda é médico... Nem vou falar que o Jesse Spencer é o sex simbol ideal já que agora virou bombeiro em Chicago Fire.

Observando melhor, minha lista é basicamente de personagens antiguinhos e não é que eu não assista mais séries, acho que os personagens é que estão meio fracos ultimamente. Não me odeiem, sei que existem outros tantos que todo mundo ama, mas é que eu não assisto nem metade das séries que eu gostaria, então não conheço todos. Se quiserem me dar sugestões de séries boas com meninos interessantes e fora do padrão como esses eu vou adorar.

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Adultizando a visão

Ainda bem que sou adulta. Ah tá, falou a velha. Não, sério gente, eu não sou madura, não sou entendida, não sou vivida e tenho muito saudade da infância, mas ser "adulta" me abriu os olhos pra umas coisas que criança não percebe.
Toda vez que tem uma reunião de família eu fico reparando nos meus parentes, vejo como eles se comportam, converso com eles, conversa de adulto. E me admiro em ver que eles são tão interessantes, sabe, me dou muito melhor com eles agora que estou "no mundo", que não sou tratada como criança. Mesmo quando o assunto é meio sério demais pro meu gosto, ainda assim eu gosto, fico reparando nos pontos de vista, quem é sério, quem não sabe nada de nada, quem só parece adulto - como eu - e gosto disso. Alguns que eu achava incríveis agora são normais e outros que eu achava muito complicados viraram meus ídolos. Entendo melhor porque cada um está onde está e como chegou lá. Acabei percebendo que a idade faz a gente ser incluída, mas não faz nossa cabeça. Quando eu era criança achava que com 23 anos seria uma pessoa diferente, certinha e talz, mas no fundo ainda sou a mesma, apesar de ter mudado muito ainda sou eu mesma. Me diz se isso não é surpreendente.
Agora que esclareci esse ponto na minha vida só fico imaginando se serei uma velhinha pirracenta como sou e sempre fui. E se eu for, acho que vou achar a maior graça. Essa sou eu.
Por coincidência ou não fiz esse post ouvindo a garota que nunca envelhece, Avril Lavigne...


sábado, 13 de julho de 2013

11 coisas

De enxerida que sou hoje vou responder um meme/tag que não foi indicado pra mim, vi no Dona das Coisinhas e me deu vontade, então vou fazer. Acho isso tão legal e sempre tive vontade de fazer, se quiserem me mandar outros, faço com muito gosto. Como não fui indicada, vou responder as perguntas da Zilah, ok? Então vamos lá.


11 coisas sobre mim

1 - Sou muito desastrada, às vezes nem sei como consegui alguns dos meus cortes e hematomas.
2 - Odeio lavar louça, uso de todos os artifícios possíveis pra fazer o Branco lavar pra mim.
3 - Quanto mais eu durmo, mais tenho sono e detesto dormir demais porque perco o dia e fico com dor de cabeça.
4 - Gosto de fazer tudo ouvindo música. Tudo. Ajuda a animar quando é uma coisa chata, tipo lavar louça e dá o clima quando é algo legal.
5 - Amo comida de festa junina. Na verdade daqui a pouco vou a uma e estou com água na boca.
6 - Gosto de inventar histórias na minha cabeça antes de dormir, só que nunca termino porque durmo antes.
7 - O blog se chama As coisas que eu quero lhe falar por causa de uma música do Cachorro Grande. Estava tentando inventar algum nome e tocou essa bem na hora. Acho grande, mas a ideia é essa mesmo, falar o que eu quero.
8 - Estou deixando meu cabelo crescer pra combinar com o ruivo. Não sei porquê, mas acho que ruivo tem que ser grandão, tipo a Nicole Kidman em Da magia a Sedução ou como as mulheres da idade média.
9 - Sou desorganizada, dessas que faz lista de afazeres e não consegue cumprir nem metade. Acho que isso tem a ver com o item seguinte...
10 - Sou muito esquecida. Esqueço rostos, datas, tarefas, tudo que é importante. É tipo memória seletiva, só que ao contrário.
11 - Já quis ter uma livraria. Na verdade, não descartei essa ideia por completo. Talvez daqui a uns anos eu esteja aqui convidando vocês pra inauguração. *-*

As perguntas da Zizi

1 - Formação profissional? Está estudando? Vai fazer vestibular? Largou os estudos? Me conta?
Então, eu já fiz faculdade de Gastronomia e agora faço de Letras. É muito amor esse curso, totalmente diferente do anterior, estou gostando muito.
2 - Como é sua relação com o seu blog? Como você lida com ele? 
O blog já tem 5 anos e eu nem percebi. Fiz ele pra desabafar - ninguém me ama, ninguém me quer - e quanto mais o tempo passa, mais gosto dele. Várias vezes já deixei ele abandonado, mas agora estou me dedicando muito mais a ele, é tipo um filho.
3 - E sua relação com a sua casa? Como é?
Amo minha casa, ela é meio vazia - um ano tentando decorar - mas é meu refúgio, é onde eu encontro meu amorzinho, meus gatinhos, meus livros, como não amar? Só não gosto de passar o dia inteiro em casa, gosto de ver o sol senão fico meio depressiva.
4 - Qual a coisa que se pudesse, faria mais vezes?
Viajaria pra Região dos Lagos, lá tem muita paz. Quem sabe um dia compro uma casa lá e vou todo fim de semana...
5 - Dinheiro é bom, mas não traz felicidade. O que você acha disso?
Totalmente verdade, às vezes eu compro algo e 10 minutos depois a satisfação foi embora, já quando deito no sofá com o Branco - namorado - ou leio 100 páginas de um livro me sinto muito mais completa.
6 - Pratica algum esporte ou atividade para desestressar?
Olha, quem lê o blog sabe que eu tento correr, mas confesso que no último mês não fui nenhuma vez. Ler conta como atividade?
7 - Quanto tempo passa conectado por dia?
Umas 3/4 horas no computador e o dia inteiro no celular. Nem acho tão essencial, mas me sinto mais atualizada assim. Grande parte desse tempo eu uso lendo blogs.
8 - Além do blog, participa de outras atividades ou movimentos que não sejam do trabalho?
Não, mas gostaria de participar de um clube do livro.
9 - Uma coisa que você nunca faria?
Nunca participaria de um reality show. kkkkkkkkkk
Sério, acho o cúmulo da humilhação.
10 - Um sonho? (Podem ser vários!)
Tenho vários mesmo... Viajar muito, morar em outro país, ter um sítio no mato (ou numa cidade de interior que é menos drástico), ter uma casa com quintal, trabalhar com livros (quero ser editora). Sou muito coerente.
11 - Por que resolveu responder esse meme?
Porque acho meme tão old school, sabe, tempos em que a internet era mais simples. E porque gostei, simplesmente.

Minhas perguntas

1 - Qual seu livro preferido?
2 - Qual sua banda preferida?
3 - Quantos filhos quer ter? Se já tem, quer ter mais?
4 - Sobre o que nunca falaria no blog?
5 - Assiste televisão? Por quê?
6 - Assiste séries? Qual a preferida?
7 - O que você faz ou faria pra apoiar a cultura brasileira, como bandas, artistas, escritores, etc.?
8 - Tem animais de estimação? Fale sobre eles.
9 - Que livro, série, música definiria sua vida?
10 - Qual o lugar que mais tem vontade de conhecer?
11 - Quais são seus blogs preferidos?

Indicados - Nem todos com menos de 200 seguidores

Simples e Chique

Atualizado
Então, gente, a Bárbara do Tá Tudo Caro me alertou que a Juliana do Tem no meu Quintal me indicou e eu nem sabia - desculpa aê - logo, vou responder as perguntas dela também. Quanto mais melhor, só que o post vai ficar gigante... hehe
Aí vai:

As perguntas da Ju
1. Qual é seu maior sonho?
Além dos que eu já falei acima, acho que quero muito ter um emprego que me realize, que me faça acordar satisfeita de manhã. Quais são as chances?
2. O que você faz além do blog?
Trabalho numa fábrica de sorvetes. Calma, não é um sonho como pode parecer, já enjoei de sorvete faz tempo.
3. Por que criou o blog?
Pra escrever as coisas que eu não conseguia dizer, desabafar da vida, essas coisas. Hoje em dia vejo que me apeguei muito a ele.
4. Qual foi a coisa mais legal que o blog te proporcionou?
Poderia ser a liberdade de falar o que quiser, mas na verdade ele abriu minha cabeça, por causa do blog eu tenho conhecido gente legal e aprendido muita coisa sobre inúmeros assuntos.
5. Qual banda/cantor/cantora que você mais gostou de conhecer no último ano?
Band of Horses. Comecei a ouvir pra não ficar por fora no show do Lollapalooza e amei muito. Ainda escuto à beça, mas perdi o show pra não perder o lugar na frente do palco no show do Foo Fighters.
6. Qual foi o livro mais legal que você leu nos últimos anos?
Ixi, tem tantos. Eu leio bastante e tenho coração de mãe, sempre cabe mais um livro incrível. Posso dizer que Harry Potter marcou minha vida?
7. Como você definiria seu blog e qual tipo de post mais gosta de fazer;
Ainda não sei definir... É tipo uma coisa mesmo, sabe, quando você não sabe o nome de algo e fala "aquela coisa"... Coisa a gente usa pra tudo: objeto, adjetivo, nome, eu falo de tudo aqui, basta passar pela minha cabeça que eu escrevo. Amo escrever sobre algo que estou gostando no momento, filme, livro, pessoa, tudo.
8. O que você mais curte fazer no fim de semana?
Gosto muito de ler e assistir filmes, faço uma seleção pro fim de semana e vou vendo. Também gosto de fazer comida, geralmente doces. Ultimamente meu passatempo preferido têm sido ir na cunhada e ficar horas admirando a sobrinha bebê, uma verdadeira princesa.
9. Qual foi o maior mico que você pagou na vida?
Como eu disse, sou esquecida e desastrada, isso já deve dar uma noção da quantidade de micos que já paguei. No geral, derrubo muitas coisas e tropeço muito, não vou contar mais se não vocês vão me achar retardada.
10. Quais são seus blogs favoritos?
Nesse quesito sou muito igual a todo mundo, gosto do Just Lia, ela é uma fofa. Também sou muito fã do Mulher Vitrola, Tem no meu quintal (é sério, gosto muito da Ju e nem conheço ela pessoalmente), Tá tudo Caro, A Series of Serendipity, Small Fashion Diary, A casa que minha avó queria, Potencial Gestante, Não Provoque, Dona das Coisinhas... se eu continuar vou até amanhã. Repare que todos eles tem uma coisa em comum: as meninas tem um jeito especial de dar opinião, gosto disso.
11. Qual é a mania mais esquisita que você tem?
Lavo e seco as mãos váaaaarias vezes ao dia, tenho certeza de que é mais do que o normal. E não durmo com o edredom/lençol do lado avesso.

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Cabeça aberta X Cabeça dura

Um dia eu voltava do trabalho e no ônibus ouvi um cara falando ao telefone, ele dizia que precisava de um lugar pra dormir porque a mãe dele descobriu que ele tinha feito uma tatuagem - que cobria as costas - e o expulsou de casa. Agora minhas impressões.
O menino era bem bonito, bem arrumado, pelo que ouvi da conversa, estudava e trabalhava, mesmo assim a mãe o puniu do jeito mais doloroso que uma mãe pode punir um filho: dizendo que não quer mais ele. Fiquei triste pelo menino, que não devia ter mais do que a minha idade, imaginei minha mãe me mandando embora por causa de um mísero gatinho preto e duas letras F. De todas as coisas ruins que um filho pode fazer diretamente contra sua mãe, acho que isso nem entra na lista e olha, eu tenho visto umas mães que perdoam coisa bem pior e tem muito mais compaixão pela criatura que colocaram no mundo. O garoto poderia estar matando, roubando ou se prostituindo, mas tá vendendo bala... pera, não. Poderia estar fazendo qualquer tipo de maldade e a mãe talvez tivesse um um motivo pra mandá-lo embora, mas só quis fazer um desenho bonito e carregar ele na pele - eu amo tatuagem.
Vocês não acham estranho que na época e lugar em que vivemos - porque em outros países eu até imaginaria uma situação dessas - ainda exista gente com tamanha carga de preconceito? Se as pessoas ainda são tão duras em relação a tatuagens, imagina com religião, opção sexual, estilo de vida e um milhão de outros assuntos, já que cada um é cada um e tem sua própria ideia de beleza e talz.
As pessoas ainda não entenderam que opinião cada um tem a sua, mas a gente não deve impor a nossa a ninguém.
Só acho.

terça-feira, 2 de julho de 2013

Resumo de Junho

Gente, estou de TPM e nem eu tô me aguentando. Pra tentar melhorar esse meu humor depressivo resolvi olhar as coisas por um lado mais positivo. Vocês talvez saibam que passei o mês de Junho de férias, mas não fiz nem metade das coisas que gostaria, então vou tentar destacar as coisas que eu fiz.
  • Encontro de Ruivas - Comecei bem as férias indo conhecer essas ruivas lindas que me ajudam com questões capilares e às vezes até psicológicas. Falei sobre isso aqui.
  • Show da Alpha Capella - Eu conheço a banda desde o começo - o namorado é o baixista - e não me aguentava mais de vontade de ver um show dela. Foi um ótimo sábado. Saibam mais sobre eles no Facebook.
  • Decoração da casa - Na verdade só pintei minha molduras - como mostrei aqui - e pendurei na sala, mas isso é um começo e elas ficaram tão lindas... Ah, instalei as cortinas e o armário da cozinha também - depois de quase um ano esperando por esse momento. Parecem coisas pequenas, mas a casa fica parecendo mais nossa.
  • Manifestações no Rio - Fui em uma das manifestações contra o aumento da passagem e todos os outros problemas do Brasil. Eu sou apenas uma, porém fui lá fazer minha parte, dar minha contribuição para a mudança que ainda vai acontecer. Dei minha opinião aqui.
  • Sorteio - Realizei o primeiro sorteio - de muitos, eu espero - aqui no blog. Ainda estou aprendendo, então levei uma surra pra fazer dar certo, espero que o próximo seja ainda melhor.
  • .com - Dei um domínio pro blog e estou adorando isso. Espero conseguir mudar o layout em breve.
  • Cabo Frio - Passei um fim de semana em Cabo Frio com o namorado, tia e prima. Eu amo Cabo Frio e estava com saudade de lá. Peguei até uma corzinha que - já foi embora. E o mais importante, nos divertimos muito.
Esses foram os pontos altos do meu mês. No final das contas acho que foi legal.

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Livros Novos!

Eu estava tão empolgada pela 2° Turnê Intrínseca que aconteceu no dia 29 no Rio de Janeiro, só que não consegui ir. Fuein fuein.
Por causa das manifestações, aqui fizeram distribuição de senha e eu não consegui pegar - também, a burra aqui saiu de casa tarde - então perdi. #todaschora
Tudo bem, vida que segue, na próxima estarei lá. Aproveitei que já estava na Livraria Cultura e fui conhecer. É, eu ainda não conhecia a Cultura do Centro e não sabia o que estava perdendo. Me senti no paraíso, fiquei mais de uma hora lá e ficaria muito mais se pudesse comprar mais coisas. Gente, aquele lugar é vida, é o recanto dos malucos por livros, o refúgio dos nerds, o oasis dos intelectuais - a exagerada - sério, eu vi muita coisa legal. Os livros mais lindos, obras completas de autores em capas duras - ou como a Melina ensinou, hardcovers - gigantes, uma sessão infantil em que eu quis sentar e ficar brincando também, objetos geeks que eu quis levar pra casa, tipo canecas, cadernetinhas e post its, a sessão de HQ é de empolgar até quem não tem o hábito de ler quadrinhos, tipo eu. Muitos livros de viagem, de moda, ai ai.
Bom, vamos ao que interessa. Como eu não tinha dinheiro pra levar todos os livros, escolhi três: 

As Vantagens de Ser Invisível
Eu já vi o filme e me apaixonei, mas sabe como é, quem gosta de livro não se contenta com filme adaptado. Estou com muita vontade de ler ele logo, mas como eu disse no outro post, no momento estou lendo Em Chamas em e-book, então vou ter que esperar. Mentirinha, já li metade dele e tive que esconder de mim pra não terminar tudo no sábado mesmo.


Livro: As Vantagens de Ser Invisível
Autor: Stephen Chbosky
Editora: Rocco Jovens Leitores

 A Parisiense 
Comprei esse livro por vários motivos, mas confesso que fiquei encantada com a beleza dele. A capa tem uma textura que parece couro, as bordas são arredondadas e as folhas mais grossas e muito gostosas de pegar e tem um marcador daqueles de fita que eu amo tanto. As ilustrações são muito lindas, muito mesmo, me lembram um scrapbook. Ele me surpreendeu porque é um livro pequeno, mas pesado. Nem ia levar porque achei que seria caro, mas o lindo era pra ser meu e estava na promoção.
Uma delícia de folhear.
Olha a borda, que gracinha.
Ilustrações e fotos lindas.

Livro: A Parisiense
Autoras: Ines de la Fressange e Sophie Gachet
Editora: Intrínseca


A Livraria 24hs do Mr. Penumbra
Ah, esse livro... Desde que foi lançado que eu quero ele pra mim. Quando li a sinopse lembrei na hora de Goosebumps - que aliás, eu vi lá na Cultura e tenho sérias intenções de voltar lá e comprar todos, assim como Desventuras em Série - e desde então não consigo esquecer ele. Não sei bem como vai ser o desenrolar da história, mas adoro mistério e suspense.
Livro: A Livraria 24 horas do Mr. Penumbra
Autor: Robin Sloan
Editora: Novo Conceito

Mesmo sem ter conseguido participar da Turnê, ganhei a sacolinha como prêmio de consolação. Claro que eu amei, já estava cobiçando ela desde que fiquei sabendo da Turnê. Olha que fofa.
O Capa que segurou pra eu tirar a foto.
 

Marcadores de página pra eu parar de estragar as orelhas dos meus livros.
Broche de Um Dia, que eu amo.
 É isso, gente. Alguém já leu esses? Gostaram?
Luna aprovou os livros, são ótimos travesseiros.