segunda-feira, 8 de julho de 2013

Cabeça aberta X Cabeça dura

Um dia eu voltava do trabalho e no ônibus ouvi um cara falando ao telefone, ele dizia que precisava de um lugar pra dormir porque a mãe dele descobriu que ele tinha feito uma tatuagem - que cobria as costas - e o expulsou de casa. Agora minhas impressões.
O menino era bem bonito, bem arrumado, pelo que ouvi da conversa, estudava e trabalhava, mesmo assim a mãe o puniu do jeito mais doloroso que uma mãe pode punir um filho: dizendo que não quer mais ele. Fiquei triste pelo menino, que não devia ter mais do que a minha idade, imaginei minha mãe me mandando embora por causa de um mísero gatinho preto e duas letras F. De todas as coisas ruins que um filho pode fazer diretamente contra sua mãe, acho que isso nem entra na lista e olha, eu tenho visto umas mães que perdoam coisa bem pior e tem muito mais compaixão pela criatura que colocaram no mundo. O garoto poderia estar matando, roubando ou se prostituindo, mas tá vendendo bala... pera, não. Poderia estar fazendo qualquer tipo de maldade e a mãe talvez tivesse um um motivo pra mandá-lo embora, mas só quis fazer um desenho bonito e carregar ele na pele - eu amo tatuagem.
Vocês não acham estranho que na época e lugar em que vivemos - porque em outros países eu até imaginaria uma situação dessas - ainda exista gente com tamanha carga de preconceito? Se as pessoas ainda são tão duras em relação a tatuagens, imagina com religião, opção sexual, estilo de vida e um milhão de outros assuntos, já que cada um é cada um e tem sua própria ideia de beleza e talz.
As pessoas ainda não entenderam que opinião cada um tem a sua, mas a gente não deve impor a nossa a ninguém.
Só acho.

4 comentários:

  1. nossa, que horror! como que uma mãe renega um filho por causa disso, gente? nunca ouvi falar disso, primeira vez oO
    que doideira, uma mae dessas nem dá o devido valor ao próprio filho. to com vergonha dela.
    e coitado dele. tava apenas se expressando - eu também AMO tatuagens mas ainda não tenho nenhuma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, uma pena ainda haver mães que não tem diálogo nenhum com os filhos.

      Excluir
  2. Achei a atitude da mãe muito radical também. Infelizmente os temos mudam mas algumas pessoas ainda mantém o mesmo tipo de pensamento conservador. E fazer esse tipo de coisa é muito pior. Já imaginou o trauma que o rapaz deve ter tido?

    (desconstruindoaspalavras.blogspot.com.br)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seria impossível esquecer uma atitude dessas mesmo que depois ela voltasse atrás, não acha?

      Excluir

Fale o que achou