quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Obssessiva por séries: Bones

Cês já sabem que eu amo The Walking Dead, né? A 4 º temporada já começou me deixando surtada, viu. Só que nem é disso que eu vou falar hoje. O assunto de hoje é Bones.
Bones é uma das muitas que eu comecei a ver sem pegar o começo e viciei mesmo assim. Foi lá pra época da 2º temporada - que foi a que eu mais assisti - e continuei vendo e vendo. Na época acho que era na Band, não tenho certeza. Depois assisti muitos episódios na Fox e parei por causa da mudança. Fiquei um tempo sem tv a cabo, internet, esqueci um pouco até que a nona temporada se aproximou, as pessoas começaram a soltar muitos spoilers e me deu muita vontade de começar a assistir desde o começo. Isso faz umas duas semanas. Pra vocês terem uma ideia, eu já estou no episódio 19 da 2º temporada, "sacrifiquei" duas semanas de estudo só porque não consigo chegar em casa e não assistir uns dois ou três seguidos. Podem me julgar.

Como é a série? Imagine as pessoas mais inteligentes e carismáticas - até o Zack - trabalhando pra desvendar crimes. No centro da história, a Dra. Brennan - aka, Bones - e o agente do FBI, Seeley Booth, um quase casal mais enrolado do que linha de crochê depois que puxa a primeira fieira. Ela é muito boa com ossos e ele é muito bom com pessoas, verdadeiro yin-yang da vida. Além deles, os geniais Hodgins, Angela, o supracitado Zack e a Dra. Saroyan. A série não tem nada de dark, os personagens sempre tem uma tirada engraçada no meio dos ossos e tem sempre um draminha rolando junto com o caso. É muito divertido de assistir e fica aquela vontade de ver o próximo episódio assim que acaba pra saber se o Booth agarra logo a Bones, ou que jeito diferente ainda pode existir pra identificar um corpo. É impagável ver a Brennan tentando ser normal, já que ela é toda metódica e literal. Recomendo mil vezes. E tenho que comentar, todos são tão lindos nessa série, mesmo com suas esquisitices.
E pra terminar, acabei reparando que a Brennan sempre usa uns acessórios diferenciados. Colares grandes e brincos idem, que eu associo ao fato de ela ser antropóloga e já ter conhecido diversas culturas. Acho que os criadores quiseram evidenciar que ela associou essas culturas de forma sutil já que ela se veste de forma sóbria, mas ousa nos acessórios. Queria tirar print dos que achei mais legais, mas meu teclado está ruim e não consegui, mas olha aí umas imagens que achei pelo google.
É isso, gente. Vou continuar assistindo tudo porque depois da 4º temporada é tudo um mistério pra mim, exceto por uma coisa ou outra que eu vi comentarem ou assisti aleatoriamente. Se vocês também assistem, vamos trocar umas ideias, falar mal da Saroyan, essas coisas. Hihi. Tô brincando, eu gosto dela. Pra terminar, essa foto linda do casal, digo, dos parceiros de investigação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale o que achou