domingo, 2 de fevereiro de 2014

Sobre ser independente



Eu não sou independente. Será que alguém é? Sem amarras, sem um guia, um conselho, um qualquer coisa que dê segurança na jornada de viver. Saí da casa da mamãe, pago minhas contas, tenho conta corrente, decidi onde morar, onde trabalhar, o que comprar no mercado, mas não sou independente.

Acho que existe no ser humano um gene que impede que sejamos totalmente independentes. Eu posso até querer tomar todas as decisões da minha vida, mas nem tudo depende de mim. Posso querer passar o resto da vida sem falar com mais ninguém, mas essa se tornará com certeza a tarefa mais difícil de realizar, a não ser que eu vá viver numa floresta, num deserto, numa caverna...

E na hora da solidão, a quem recorrer? Na hora do medo, pra quem eu vou sair correndo? De quem vou esconder minhas lágrimas? Na hora da dúvida típica de libriana, vou ficar fadada a sempre fazer unidunitê ao invés de perguntar "o que você acha?".
Viver em sociedade é ser dependente. É precisar de um sorriso amigo, de um abraço, de um conselho, de uma risada alheia, de alguém que me faça rir. É nunca me sentir confortável pensando em solidão, mesmo que de vez em quando seja bom ficar sozinha. É encontrar alguém que gosta do mesmo livro/filme/programa que eu. É me identificar com um estranho pela estampa da camisa na rua. É me sentir incluída e participativa.

E nada disso quer dizer que eu sempre tenho que contar com as mesmas pessoas sempre. Precisei de 24 anos de vida pra entender finalmente que cada indivíduo tem seu papel na vida de outrem (eita, primeira vez que uso esse pronome), que há pessoas e pessoas e que nem sempre poderemos contar com as mesmas para coisas diferentes e que isso não faz delas pessoas incompletas ou imperfeitas, apenas diferentes. E que não é preciso terminar um relacionamento apenas porque as ideias são diferentes.
E então posso dizer: sou dependente sim, porque sou humana.

Ufa! Ainda bem que aprendi isso a tempo. 


P.S.: Fotos do Branco

12 comentários:

  1. Concordo com a ideia geral, mas especialmente o 3º parágrafo é bem verdadeiro e nunca tinha pensado por esse lado.

    Blog do Sofá

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, já dizia a música: é impossível ser feliz sozinho. rsrs

      Excluir
  2. Putz. Não poderia concordar mais. Eu, apesar de morar só, pagar as contas e ser teoricamente adulta, me sinto completamente dependente de pessoas e coisas. Disse isso certa vez em um Blog e quase fui apedrejada. A real é que física, mental, economicamente, socialmente ou emocionalmente, sempre dependemos de algo ou alguém. O quanto antes você entender e aceitar isso, melhor.
    Beijão. =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou exatamente nesse processo de aceitar e viver com isso. rs

      Excluir
  3. onde assina embaixo? cara, q coisa né?! viver "por conta própria" é compleeeeeetamente diferente de ser independente. Aliás será que algum ser humano é capaz de viver sem depender de alguma coisa? A gente depende do ar pra viver, A gente depende da claridade pra poder ver... de companhia... como já disse o poeta Tom Jobim "é impossível ser feliz, sozinho..." =D e é melhor tomar consciência disso logo né?! bjinhooo

    ResponderExcluir
  4. Nossa, muito interessante esse seu Post!
    Concordo Plenamente com o seu modo de pensar, Seres humanos dependem uns dos outros, isso é viver, isso é poder desenvolver a capacidade de amar, de ajudar, e cuidar, enfim... rsrs
    Adorei o post!

    Seguindo o Blog!
    Vista o meu?: http://bloggdeboanalagoa.blogspot.com.br/
    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Ninguém pode viver sem a companhia do outro por mais que queiramos ou tentamos é dificil ser sozinha e achar que não vamos depender de ninguém,não existe a independencia,vamos estar sempre precisando de alguém,mas estamos sempre aprendendo,viver é isso,beijos
    http://fashionvinteum.blogspot.com.br/2014/02/avon-vamp.html

    ResponderExcluir
  6. Sabe que eu demorei um tempão para aprender que não somos independentes e que eu não precisava me cobrar tanto - e cobrar os outros - em relação a isso. Por sermos seres sociais, dependemos um do outro. Hoje, prefiro ter autonomia do que independência! Coisas que a vida ensina né?

    Beijo
    http://www.parabeatriz.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso, autonomia é a palavra certa no lugar de independência.

      Excluir
  7. Que texto lindo, que puta inspiração me deu! Logo eu que amo ser sozinha, sou dependente de alguém que ama ser meu também.
    Primeira visita no teu blog e me deparo com essa belezura aí, pode me esperar mais vezes por aqui, hehe <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou!
      Vou ficar esperando mais visitas suas.

      =D

      Excluir

Fale o que achou