quinta-feira, 29 de maio de 2014

Mediana, medíocre, chame como quiser


Não precisa ser idoso pra saber que nem sempre a vida é fácil, ao contrário, tem pessoas que infelizmente descobrem ainda muito cedo. Quando somos jovens, tipo bem jovens mesmo, crianças, tudo que a gente quer é se divertir. Quer acabar com a alegria de uma criança? Diga pra ela que é hora de parar de brincar e fazer o dever de casa.
Eu era assim também. Eu deixava o dever de casa pro dia de entregar, fazia os trabalhos em cima da hora, não estudava com antecedência, esquecia de tudo no momento que saía pela porta do colégio. Até pouco tempo atrás eu pensava que tinha sido uma aluna mediana porque sim, mas fica óbvio pelo que eu acabei de contar que não, que eu poderia ter sido bem melhor se tivesse me esforçado mais.
Infelizmente eu mantive esse hábito. Na faculdade, no trabalho, em tudo. Tenho hora marcada, mas sempre me arrumo correndo, conto com a sorte pra chegar na hora, faço tudo correndo contra o tempo. Logo depois tem a fase da barganha - se eu tivesse tomado banho 15 minutos antes, se o ônibus for um pouco mais rápido, se o relógio parar no tempo - e às vezes eu consigo, às vezes não, mas sempre com aquela afobação, a preocupação a mil. 
Eu estou tão cansada de ser assim e não, eu não acabei de perceber isso. É só que essas duas semanas foram a gota d'água, eu perdi aulas da autoescola e vou ter que pagar por elas porque me atrasei, acumulei matéria da faculdade de meio semestre e tive que passar mais de 10 horas seguidas estudando pra compensar. Mais uma vez, o quanto eu perdi por não ter cumprido a programação como deveria ser? Tenho certeza que eu teria aproveitado melhor minhas aulas se tivesse seguido o cronograma e que essa correria afetou minhas notas desde o primeiro semestre. A procrastinação ficou tão arraigada em mim que estou certa de já  ter perdido anos de conhecimento que talvez eu não consiga recuperar.
Sim, estudar pode ser muito chato se o assunto não for interessante, mas é necessário e eu sei disso. Só que essa sabedoria não me ajudou a manter o foco durante todo esse tempo e eu estou absolutamente decepcionada comigo.


É tão engraçado quando eu vejo um meme que fala dessa dispersão de atenção que a gente tem quando estuda, ou outro que fala que eu deveria estar estudando, mas... O que não é engraçado é perder um fim de semana com os amigos porque não estudei durante a semana, não é engraçado precisar de nota máxima pra não repetir uma matéria. Sim, eu tive dias gloriosos assistindo uns dez episódios de várias séries, mas será que compensa? Alguém vai me pagar pra fazer isso? Qual o limite? Não, eu estou fazendo isso errado.


O que me faz voltar ao começo do texto. A vida é difícil, mas quanto dessa dificuldade não foi imposta por mim mesma? Será que o trânsito me afetaria tanto se eu tivesse saído meia hora antes? Será que a matéria seria tão massante se eu não tivesse que estudar tudo de uma vez? Será que seria tão difícil voltar a trabalhar se eu tivesse investido meu tempo em aprender outras coisas?
Se alguém se identificou comigo, provavelmente também se odiou um pouquinho por ser assim.
Sinceramente eu não sei o que fazer para mudar, dizem que admitir o problema é um começo, não que tenha me adiantado muito. O que eu sei é que, do jeito que está, a realidade dura é que eu não vou realizar nada do que eu planejei pra mim, não vou conquistar nada que seja meu, nenhum sonho vai vingar. E cá pra nós, estou cansada de ser apenas mediana.

4 comentários:

  1. Ai Mari :( é complicado mesmo. Eu tenho uma questão de "peso na consciência": não consigo focar em outras coisas quando tenho compromissos. O que é bom e péssimo também. Se fizer outra coisa, me sinto culpada o tempo todo, o sono é outro. Tudo muda quando deixo tudo sobre o controle que acho que deveria estar.

    Acho que o equilíbrio que é importante. E bom descanso pra você!

    Um beijo,
    Re

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tenho isso aí tudo misturado, mas mesmo assim tenho problema pra me concentrar. haha
      Onde é que compra equilíbrio mesmo?

      Excluir
  2. Psé :( as vezes da vontade de dormir e só acordar quando tudo estiver dando certo :( porém lembrando, a vida não é um conto de fadas, que no fim tudo acaba feliz e perfeito, infelizmente!! Se eu com 13 anos de idade já acho meio difícil , e cada vez ta piorando, começo a ficar desesperada �� infelizmente, as vezes me pergunto pq nasci? Só para ter problemas e sofrimento? Qual é a realidade da vida ?.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isabella relaxa. Ter 13 anos é um saco mesmo. Mas com certeza tem muitas coisas boas que você não percebeu, tenta se concentrar nelas, aproveitar os momentos mais legais. Te prometo que nem sempre as coisas serão tão difíceis.

      Excluir

Fale o que achou