quarta-feira, 7 de maio de 2014

The Last One - 10 anos sem Friends






Pisquei o olho e já passaram 10 anos desde o último episódio de Friends. Como pode gente? Onde foi parar esse tempo todo? Esses dias mesmo a gente estava relembrando os 10 anos de Meninas Malvadas e agora do final de Friends. Chocada e saudosa!


Infelizmente eu não vou escapar do clichê porque eu sou uma das trocentas pessoas que acha que Friends sempre será a melhor série de comédia da vida. E tem tantos motivos pra isso. Acho que vai sair uma lista daqui, ó:

Porque Friends é a melhor série de comédia de todos os tempos

You've got a friend in me - Quem nunca passou vergonha junto com um amigo? Uma série com esse nome tinha mesmo que ter cenas memoráveis como a Phoebe e a Rachel correndo no parque, um segredo que na verdade todo mundo já sabe - eles não sabem que nós sabemos que eles sabem - e muitas declarações de amor eterno para os... amigos. Em Friends a amizade é sincera, eles são amigos, mas sabem dos defeitos um do outro e aceitam de coração aberto. E tem um pouquinho de vergonha alheia também. E algumas brigas que acabam em muita choradeira e abraços porque tem amigos que não dá pra ficar de mal.


A série nunca apelou pra sexo pra chamar atenção - Sim, fala-se sobre sexo em talvez todos os episódios, mas nunca, nunca eu me senti ofendida com alguma fala de um personagem em relação a isso. Nem mesmo o Joey pegador conseguia ser um tosco, como o Charlie Harper de Two and a Half Man, por exemplo. O sexo era tratado como parte de um relacionamento, assim como na vida real e rendeu inclusive uma das cenas mais reveladoras do universo feminino protagonizada pela Monica.

Às vezes é preciso amadurecer o amor pra que dê certo - Rachel e Ross tiveram tantas idas e vidas que quase duvidei que eles ficariam juntos no final - hum... nãããã - e o Chandler e a Monica precisaram de muitos anos pra descobrir que se amavam. Eu acredito muito nisso: que o amor exige uma preparação pra dar certo, de vez em quando é preciso deixar o tempo cuidar das coisas e enquanto isso lá se vão casamentos com troca de nome, casamentos em Las Vegas, namoros que tinham tudo pra não dar certo e não dão certo mesmo, namoros que tinham tudo pra dar certo, mas não dão e muitas risadas das situações com que a gente acaba se identificando, com a devida licença poética.

Episódios que relembram coisas do passado - De vez em quando a gente fica curioso pra saber como os personagens chegaram ali e os episódios que falam do passado estão aí pra matar a nossa curiosidade. Eu particularmente amo os que a Monica aparece gorda, sério gente, parece outra pessoa, ela toda inocente. hahahahaha

How you doin'? - Em 10 temporadas Friends conseguiu deixar um número considerável de falas inesquecíveis, sem contar as músicas da Phoebe, né: We were on a break!, Unagi, Seven, seven!, They don't know that we know they know we know, My eyes, my eyes! e How you doin'? são as mais lembradas sempre, eu sempre rio.

Não dá pra jogar contra a Monica - A falta de esportividade da Monica sempre me faz rir até doer a barriga. Tem o episódio do totó, em que ela não deixa o Joey e o Chandler dormirem, o do jogo de baseball e o episódio em que eles viajam e jogam ping pong... aquele cabelo dela é impagável, eu amo a Monica. Além disso tem a mania de limpeza - nunca me esqueço dela dizendo que limparia o aspirador se tivesse um menor - e o talento pra cozinha. Sempre quis saber qual era o gosto do mocolate.


Esses são os motivos pelos quais eu gosto de Friends, acho que sempre funciona misturar um pouco de nonsense com sentimentalismo. Ainda bem.
Essa foi minha pequena contribuição para lembrar que a Rachel saiu do avião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fale o que achou