terça-feira, 14 de outubro de 2014

25 - número ímpar é mais legal - e reflexões sobre a vida


Antes um alerta: esse post pode conter níveis alarmantes de nonsense ou autoanálise porque meus pensamentos estão rolando desenfreados o dia todo.

Para quem acredita em inferno astral, eu acabei de sair do meu, hoje completo 25 primaveras, que eu prefiro que sejam invernos apenas pelo tempo mais ameno. Como eu não sou dessas que fica super animada, hoje tô aqui vivendo um dia normal - aniversário nunca mais será a mesma coisa tendo que trabalhar -, inclusive postando no blog, ó que responsável que eu sou.

Não me julguem por demonstrar uma alegria contida, sim, estou viva, sim, tenho uma vida legal, graças a Deus. Se tem um momento bom para refletir a vida - depois do Ano Novo - é aniversário. Você vê um ano a mais na contagem progressiva da vida e acaba exigindo mais de si, afinal o tempo é curto e o mundo é grande.

Se você pensou que eu ia falar das coisas materiais que ainda não tenho, não é isso não, hein. Aos poucos eu estou compreendendo que nessa vida nada é meu, é justamente o contrário disso que eu estou desejando agora: acredito que tenho um espírito encarnado para aprender e não posso deixar de me decepcionar com meu desempenho até agora. Admiro muito as pessoas que conseguem se colocar no lugar do outro e realmente estão fazendo a diferença no mundo, isso eu ainda não faço. Então o meu desejo na hora de apagar as minha velinhas esse ano - velinhas imaginárias porque não teve bolo, eu falei que trabalhei hoje? - é aprender.
Aprender a amar, a cuidar, a me abnegar, essa é a lição mais difícil, amiguinhos. Na teoria parece fácil, mas na hora do vamos ver é um tal de "eu estou sendo boba, estão se aproveitando da minha  boa vontade" e coisas idiotas assim. A verdade é essa e ouço a resposta toda vez que me pergunto porque nunca estou satisfeita: está faltando me doar, está faltando trabalhar pelos outros.

O mundo tá aí do jeito que está e eu não quero sair dele sem contribuir pra melhorar um pouquinho. Estou me comprometendo aos 25 anos a ser melhor, a ser mais luz, mais paz, mais conforto para os outros. E agradeço a quem tem sido isso tudo para mim, às vezes é tão fácil tocar a vida de uma pessoa que quem foi instrumento de amor nem percebeu o próprio ato, basta manter o coração aberto.

E aí está: eu ia reclamar, mas me senti tão grata pela minha vida nesse momento que enquanto escrevia acabei falando de outra coisa. Esperar uma vida sem problemas é esperar uma vida sem aprendizado, eu sei, então o melhor é tirar de cada problema uma lição, de cada situação um pensamento de amor e gratidão.

Bom, é isso, obrigada por terem lido até aqui e obrigada a quem me mandou mensagens sinceras de luz, amor e paz. 


"A questão mais aflitiva para o espírito no Além é a consciência do tempo perdido." - Chico Xavier


2 comentários:

  1. Parabéns atrasado �� �� ���� , vou falar de mim eu acho rsrs , eu odeio meu aniversário!! Claro que agradeço por te saúde e tal ,mas sinto que minha vida precisa mudar , que esta faltando algo , que não sei dizer o que é , e que não posso fazer nada para mudar !! Complicado mesmo é eu sentir tanta coisa diferente e nem saber expressar o que é...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isabella, por que você não tenta escrever sobre isso que sente? Quando eu tô explodindo de sentimentos mistos acabo criando coisas muito legais (nem sempre publico aqui). Talvez isso te ajude.

      Excluir

Fale o que achou